9 de novembro de 2015
Textual description of firstImageUrl

O que fazer em Tiradentes - Minas Gerais

Post atualizado em 18 de agosto de 2016
O que fazer em Tiradentes - Minas Gerais

O que fazer em Tiradentes - Minas Gerais

Por Daniela Almeida
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR E-MAIL

Distante apenas 12 quilômetros de São João del Rei e a quase 200 quilômetros de Belo Horizonte, Tiradentes é uma daquelas cidadezinhas que você imagina ter parado no tempo. Para cada canto que se olhe, é impossível não pensar em quantas histórias já se passaram por ali naquelas ruas e dentro daquelas casas.

A própria Inconfidência Mineira, em 1789, foi conspirada dentro das residências de muitos inconfidentes, como a do Padre Toledo (hoje um Museu). Nesta época, a cidade se chamava Vila de São José das Mortes e tinha deixado de ser um distrito de São João del Rei, em 1718.

                                    

O que fazer em Tiradentes

Eu já tinha ido a Tiradentes em 1997, em uma excursão da escola. Nesta viagem, também conheci São João del Rei, Congonhas, Mariana, Ouro Preto e Belo Horizonte.

Naquela ocasião (ainda uma adolescente de 17 anos), confesso que não gostei da cidade. Para mim, ela parecia uma cidade-fantasma, com apenas uma rua e mais nada. Lembro também que era noite quando chegamos à frente da matriz de Santo Antônio.

Mas, desta vez, olhei Tiradentes com outros olhos e posso dizer que ela é uma cidade pequena (com quase 8 mil habitantes, segundo dados do IBGE de 2014), porém, charmosa. E fantasma? Longe disso!!!! Ela é até mais movimentada do que onde moro, que tem cerca de 30 mil moradores (kkk). Em eventos, como o Festival de Gastronomia, que acontece no mês agosto, a cidade recebe cerca de 40 mil pessoas (em 2015, o Festival foi realizado na semana seguinte a nossa visita. Todos os posts sobre essa viagem estão listados ao final desta matéria).

Este segundo contato com Tiradentes aconteceu, durante o II Encontro de Inverno de Blogueiros de Viagem (#eibv), em agosto de 2015. Então, acompanhados de outros blogueiros viciados em viajar, conhecemos alguns dos principais pontos turísticos da cidade. Foi uma visita rápida, pois tivemos apenas algumas horas, mas foi muito bacana.

Passeio a pé pelas ruas de Tiradentes 
Uma das melhores maneiras para se conhecer Tiradentes é andar, a pé, pelas ruas. Casas e comércios com fachadas características do período colonial, janelas e portas com beirais e batentes coloridos, arandelas e lampiões iluminando as fachadas, ruas de pedras: tudo faz da cidade um verdadeiro museu ao ar livre. Tanto é que a cidade foi proclamada Patrimônio Histórico Nacional por abrigar uma grande quantidade de arte barroca, uma das mais bem preservadas do país.

O que fazer em Tiradentes - Minas Gerais


Passeio de Maria Fumaça
Além de caminhar pela cidade, o passeio de Maria Fumaça é quase que uma atividade obrigatória. E uma boa pedida é chegar de trem a Tiradentes, vindo de São João del Rei, como nós fizemos. Ao todo, são cerca de 40 minutos para percorrer os 12 quilômetros que separam as duas cidades. Mas você também pode fazer o caminho inverso: conhecer tudo em Tiradentes e depois retornar para São João ao final do dia. Saiba detalhes no post MG - Passeio no trem Maria Fumaça - São João del Rei a Tiradentes.


Passeio de Maria Fumaça São João del Rei Tradentes



Descansar no Largo das Forras
Outra boa pedida é ficar por algumas horas, descansando ou contemplando a cidade no Largo das Forras, ponto de encontro dos tiradentinos e dos visitantes. Ao redor desta praça charmosa estão localizados restaurantes, bares e lojinhas de artesanato.

Descansar no Largo das Forras TIradentes


Capela São Francisco de Paula
Depois de chegar a Tiradentes na Maria Fumaça, nossa primeira parada foi na capela de São Francisco de Paula, datada do século XVIII. Ela fica bem no alto e, de lá, é possível ter uma visão maravilhosa do centro histórico da cidade, inclusive da Matriz de Santo Antônio.

Capela São Francisco de Paula TIradentes


Em frente, tem um cruzeiro, erguido em 1718, quando São João del Rei foi elevada à Vila.

Capela São Francisco de Paula Chafariz TIradentes


Chafariz de São José
Da capela, seguimos para o Chafariz de São José. Ele está localizado no Largo do Chafariz e foi construído em 1749 para servir de fonte de água potável para os moradores da cidade e também para bebedouro dos cavalos. Na época de nossa visita, o chafariz estava seco por falta de chuva. Uma pena.

Chafariz de São José Tiradentes


De acordo com dados históricos, o chafariz tem características barrocas e possui uma rara imagem de São José de Botas e um brasão da coroa portuguesa. Também tem três fontes em formato de carrancas.

Matriz de Santo Antônio
Do Chafariz, seguimos, a pé, até a Matriz de Santo Antônio, considerada  a segunda mais rica do Brasil, com aproximadamente 480 quilos de ouro. Sua construção foi finalizada em 1752 e possui pinturas no estilo rococó. A fachada, de 1810, é de autoria do mestre Aleijadinho.

Matriz de Santo Antônio Tiradentes


Dentro da igreja não é permitido fotografar ou filmar, mas seu interior é maravilhoso. Tem um órgão original de Portugal, fabricado em 1788 por Simão Fernandes Coutinho.

Para entrar na Matriz de Santo Antônio é preciso pagar uma taxa de R$ 5 por pessoa (em agosto de 2015). Ela fica aos pés da Serra de São José.

Matriz de Santo Antônio Tiradentes


Museu Padre Toledo
Enquanto alguns blogueiros ficaram na Matriz, nós três seguimos, ainda a pé, pelas ruas históricas, parando em algumas lojinhas de artesanato e contemplando a paisagem. No meio do caminho, paramos em frente (mas não entramos) ao Museu Padre Toledo. Segundo informações obtidas, o casarão é datado do século XVIII e foi onde aconteceu a primeira reunião da Inconfidência Mineira. Nela morou o inconfidente Padre Toledo entre os anos de 1777 e 1789.

Museu Padre Toledo Tiradentes


É também neste museu que se encontra a maior quantidade de pinturas no teto de Minas Gerais. Ao todo, são sete forros pintados. Essas informações nós obtivemos conversando com os funcionários do local.

Ao final da tarde, os blogueiros se reuniram e todos nós voltamos para São João del Rei.

Como disse, tivemos apenas algumas horas para conhecer a cidade, mas ela tem muitas outras atrações que podem ser visitadas:

- Capelas: Senhor Bom Jesus da Pobreza, Nossa Senhora do Rosário, Santo Antônio do Canjica e dos Passos;

Capela-Senhor-Bom-Jesus-da-Pobreza-Tiradentes
Capela do Senhor Bom Jesus da Pobreza, Tiradentes

- Igrejas: Nossa Senhora das Mercês, São Evangelista e Santuário da Saníssima Trindade;

Igreja São João Evangelista, Tiradentes
Igreja São João Evangelista, Tiradentes

- Cachoeira: Bom Despacho;
- Balneário Águas Santas: onde, dizem, as águas são medicinais;
- Gruta Casa da Pedra: uma espécie de caverna com 400 metros de extensão e com formação calcária;
- Passeio de charrete pelas ruas da cidade

Passeio-de-charrete-Tiradentes



As vozes dos sinos de São João del Rei, em Minas Gerais


II Encontro de Inverno de Blogueiros de Viagem - São João del Rei


Blogs participantes:



Parceiro
O D&D Mundo Afora passeou visitou São João del Rei e Tiradentes, durante o II Encontro de Inverno de Blogueiros de Viagem. O evento contou com apoio de vária empresas - entre elas Imperial EstanhosRumos em RotasGarden Hill ResortPousada BuonabitacoloRestaurante Dedo de Moça e Queijo Catauá - que concederam aos blogueiros brindes, passeios, almoços e hospedagens. Apesar disso, as informações, opiniões e avaliações aqui relatadas são inteiramente pessoais e refletem as reais experiências vivenciadas pelas integrantes do blog, sejam elas positivas ou negativas.

Nenhum comentário:
Postar um comentário

Topo da página

Receba nossas novidades em primeira mão

BAIXE GRÁTIS TAG's DE MALA PERSONALIZADAS