25 de junho de 2018
Textual description of firstImageUrl

Diário de Bordo: 2 dias no Cairo, Egito

Diário de Bordo: 2 dias no Cairo, Egito

Diário de Bordo: 2 dias no Cairo, Egito

Por Daniela Almeida

Chegar ao Egito era um dos momentos mais esperados desta viagem de 21 dias pela Europa e África. Era um sonho, principalmente meu, ver de perto as famosas pirâmides de Gizé. E, por isso, poder entrar dentro de uma delas foi um dos momentos mais emocionantes da minha vidaaaaa!!!!!

Receba nossas atualizações

(Não se esqueça que é preciso confirmar a inscrição para receber nossos e-mails)
Quer saber como foi essa e outras experiências vivenciadas pelo D&D Mundo Afora? Acompanhe agora o diário de bordo dos nossos 2 dias no Cairo.

Aproveite para ler também:

No total, essa viagem durou 21 dias, dois deles em voo. Além do Cairo, visitamos ainda Londres, Amsterdam, Paris, Veneza, Florença e Roma.

Leia os outros posts e veja como foi maravilhosa esta viagem:
➤ Diário de Bordo - 3 dias em Roma


1º dia - 22 de abril - Diário de Bordo - 2 dias no Cairo

Nós saímos de Istambul, na Turquia, à 00:35 hora (horário turco), já no dia 22. E chegamos ao aeroporto do Cairo por volta das 01:45 horas. Aproximadamente duas horas de voo.

Assim que aterrizamos, nos encontramos com o simpático Ahmed, o transferista da empresa Star Day Tours, do nosso amigo e parceiro Sherif El-Naggar.

Diário de Bordo: 2 dias no Cairo - Ahmed transferista da Star Day Tour
Diário de Bordo: 2 dias no Cairo - Ahmed transferista da Star Day Tour


Como ele é credenciado, já estava dentro da área de desembarque e, com toda agilidade e profissionalismo, organizou todos os procedimentos burocráticos da nossa chegada (como compra do visto, a passagem pela imigração e a retirada de nossas bagagens) e nos conduziu até o hotel Best View Pyramids, onde ficamos hospedadas.

As melhores hospedagens com os menores preços

Procurando por hotéis, hostels, pousadas ou resorts no Cairo? Faça sua pesquisa no Booking e no Hotéis.com. Nos dois buscadores, você encontra as melhores opções, com os menores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.

➤ Importante: para entrar no Egito é necessário tirar o visto. Mas isso é feito lá mesmo dentro do aeroporto, antes de passar pelo controle de passaporte. É muito simples. Só chegar no local e pagar a taxa. Em abril de 2018, o valor era 25 dólares.

Diário de Bordo: 2 dias no Cairo - Visto de entrada no Egito
Diário de Bordo: 2 dias no Cairo - Visto de entrada no Egito


Assim que chegamos ao hotel por volta das 3 horas da manhã, o Ahmed também já agilizou todo nosso check in. Atendimento nota mil da equipe da Star Day Tour.

O Best View Pyramids é muito bom, tem diárias em conta, é limpinho e possui quartos e banheiros muito espaçosos. E o melhor: fica de frente para o complexo das pirâmides de Gizé. Aliás, tem uma das vistas mais privilegiadas da região.

➤ Aproveite para reservar sua diária no Best View Pyramids ou em outras acomodações no Cairo.

Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Pirâmides de Gizé vistas do Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmides de Gizé vistas do Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Internet ilimitada em mais de 140 países

Viaje para mais de 140 países com plano de dados ilimitados da EasySim4u. Com o chip, você já chega no destino conectado, mantém seu número de WhatsApp e pode acessar a internet e suas redes sociais tranquilamente durante o período de sua viagem.

Porém, o lado negativo, é que o hotel está em um bairro muito ruim. Na periferia do Cairo. E a vizinhança não é a das mais bonitas ...

Vizinhança do Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Vizinhança do Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Bom, mas voltando à nossa chegada. Mesmo mortas de cansaço e com muito sono, a primeira coisa que eu perguntei quando entramos no quarto foi: "e a vista das pirâmides?" Rapidamente, o rapaz abriu a janela que fica em cima da cama e nos mostrou o monumento. Fiquei arrepiada, mesmo não sendo uma vista tão grande.

Pirâmide de Queops vista do Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Quéops vista da janela do quarto do Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Depois, ele me levou até o terraço do hotel, onde fica a área do café da manhã para me mostrar "A VISTA". Meu Deussssssssssssssss. Arrepiar foi pouco para demostrar o que eu senti quando vi, pela primeira vez, aquelas grandiosidades, todas iluminadas.

Sem palavras até agora!!!!

Pirâmides de Gizé vistas do Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmides de Gizé vistas do Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Como disse, é uma vista privilegiada e, por isso, compensou a localização ruim.

Emocionada, voltei para o quarto para dormir algumas horinhas e, enfim, começar nosso tour pelo Cairo ao lado de mamis e Danubia.

Seguro Viagem com 10% de desconto 

Vai viajar? Não importa se vai ficar no Brasil ou vai para o exterior. O Seguro Viagem é um item muito importante e até obrigatório, no caso da viagem ser para Europa. Faça sua cotação e escolha a seguradora que melhor se adéqua ao seu perfil. Na Seguros Promo, leitor do D&D tem 10% de desconto: 5% na contratação com o cupom DEDMUNDOAFORA5 + 5% pagando no boleto. Se preferir, ainda pode pagar em até 12x no cartão de crédito.

Início do tour: nós dormimos das 4 às 7 horas da manhã. Só três horinhas. Com sono, mas com a ansiedade a mil por hora, levantamos e fomos tomar café.

Mas confessamos que foi bem decepcionante (kkk), principalmente para mamis, que sempre espera ansiosa por este momento nas viagens. O café era continental e o rapaz serviu apenas uma bandeja para cada uma de nós com um pão doce, dois ovos cozidos, duas fatias de queijo, um iogurte, chá, geleia e manteiga. Também veio uma cesta de pães e falafel.

Mamis quase não comeu nada porque não era nada daquilo que ela esperava comer kk. Mas até que estava gostoso.

Café da manhã do Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Café da manhã do Hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Depois desse legítimo breakfast egípcio, o outro Ahmed, o guia, veio nos buscar por volta das 9 horas para iniciarmos o passeio pela cidade.

Nossa primeira parada não poderia ser diferente: o complexo das Pirâmides de Gizé, a 20 quilômetros do centro do Cairo, onde estão localizadas as três mais famosas pirâmides do mundo: Quéops, Quéfren e Miquerinos. Elas são as únicas das sete maravilhas do mundo antigo ainda de pé.

Como ainda não tínhamos trocado o dólar pela Libra Egípcia, o Ahmed comprou para a gente o ticket da visita. Em abril de 2018, o ingresso estava custando 120 Libras por pessoa.

Entrada no complexo das pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Entrada no complexo das pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Ingressos para entrada no complexo das pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Ingressos para entrada no complexo das pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Ver as pirâmides de pertinho foi um dos momentos mais emocionantes desta viagem (aliás, de toda a nossa vida). Como sempre estudamos sobre essas construções tão antigas, com quase cinco mil anos, ao chegar perto delas, minha reação foi: elas são de verdade mesmo!!!!!!!!!!!!!

Não temos palavras para descrever esse momento. Só indo lá para ver e tentar entender um pouco dos mistérios que as rodeiam. Um deles é a forma como elas foram erguidas: como e quem as teria construído? Escravos, trabalhadores egípcios, Et's?

De que forma aqueles cerca de três milhões de blocos gigantes pesando mais de duas toneladas cada um foram levados para lá? Em embarcações pelo rio Nilo? Foram construídos ali mesmo? Colocados por alguma ação divina? Sem contar o encaixe perfeito das pedras sem uso de qualquer cimento ou outro material de "colagem".

Várias são as explicações, incluindo algumas lendas. Mas o fato é que elas impressionam e aguçam o imaginário de milhares de pessoas há centenas de anos.

Pirâmide de Queops - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Quéops - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Troque sua moeda estrangeira e receba o dinheiro em casa 

Aproveite para trocar sua moeda estrangeira sem sair de casa. Na Cotação, você conta com diversas opções de moeda, compra on-line e ainda recebe o dinheiro em casa ou retira em uma das lojas espalhadas pelo Brasil.

As três pirâmides foram construídas para serem tumbas dos reis Quéops, Quéfren e Miquerinos. Pai, filho e neto, respectivamente.

E o nosso primeiro contato foi com a pirâmide de Quéops que tem 146,5 metros de altura e foi construída em 2550 a.C.. Chamada de Grande Pirâmide, é o monumento mais pesado que já foi erguido pelo homem. São cerca de 2,3 milhões de blocos. Cada pedra pesa aproximadamente 2,5 toneladas. Já pensou??? 😮😮😮.

Para entrar na pirâmide de Quéops, é preciso pagar 300 Libras Egípcias (valor em abril de 2018). Mas fomos aconselhadas pelo nosso guia a entrarmos na Miquerinos: a menor, mais fácil e mais barata kk.

Pirâmide de Quéops - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Quéops - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Pirâmide de Quéops - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Quéops - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Pirâmide de Quéops - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Quéops - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


E a primeira coisa que fizemos, além de tirar milhares de fotos de todos os ângulos, foi subir nas pedras desta grande pirâmide. Olha o tamanho destes blocos!!!

Pirâmide de Quéops - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Quéops - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


E olha só minha alegria de estar tão pertinho das Pirâmides do Egito.




Nossa próxima parada foi em um mirante dentro do complexo de onde se tiram as fotos tradicionais das três pirâmides juntas. Aliás, pose foi o que não faltou nestes poucos minutos no local.

Mirante de frente para as pirâmide de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Mirante de frente para as pirâmide de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Mil poses em frente para as pirâmide de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Mil poses em frente às pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


É ali também que se pode fazer os passeios de camelo. Danubia até tentou, mas, depois de um escândalo kkk, resolveu apenas subir e tirar algumas fotos. Diz ela que é muito alto e a sela estava meio bamba e torta, não dando segurança (para não dizer que estava morrendo de medo, né kkk).

Passeio de camelo em frente às pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Passeio de camelo em frente às pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Veja a cara de Danubia em cima do animal. É muito engraçada!!!!

Passeio de camelo em frente às pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Passeio de camelo em frente às pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 
Passeio de camelo em frente às pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Passeio de camelo em frente às pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

E aqui vai um alerta: os donos dos animais fazem de tudo para ganhar dinheiro de nós, turistas. Primeiro, um deles disse que eram 12 dólares por pessoa para ir até as pirâmides e voltar. Como seriam Danubia e eu, o valor cobrado foi de 24 dólares.

Mas eu desisti antes mesmo de tentar. E Danubia, apenas subiu, deu uma pequena voltinha de alguns míseros metros e pousou para as fotos comigo e mamis embaixo. Na hora de cobrar, o rapaz disse: "Vou fazer 15 para duas pessoas". Ãh???? Como assim? Eu respondi: mas, como duas pessoas, se eu nem subi no camelo? Ele tentou explicar, disse que eu tinha tirado foto na frente e, mesmo acompanhadas de um guia, tivemos que pagar os 15 dólares para evitar estresse.

Também ouvimos relatos de que eles falam um preço na hora de subir e dizem que para descer tem que pagar mais um valor. Então, fique esperto.

Nesta foto, olha ele tentando convencer mamis a subir no bicho kkk. Já pensou mamis andando de camelo pelas areias do deserto do Cairo!!! Ia ficar para história...

Dono do dromedário tentando convencer mamis a dar uma voltinha - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Dono dos camelos tentando convencer mamis a dar uma voltinha kkk - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Passeio de dromedário em frente às pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Camelos aguardando os turistas para os passeios em frente às pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Nossa próxima parada foi na pirâmide de Quéfren, com 136 metros de altura, a segunda maior do Egito.

Pirâmide de Quéfren - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Quéfren - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Das três, ela é a única que ainda permanece com o seu topo intacto, revestido com pedras calcárias originais. Essa parte branca na ponta.

Pirâmide de Quéfren - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Quéfren - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Pirâmide de Quéfren - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Modelando em frente à Pirâmide de Quéfren - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Deixando Quéfren para trás, seguimos para a pirâmide de Miquerinos, a menor das três com 62 metros de altura. Ela, aliás, é a única que já não tem nenhum revestimento de pedra calcária por fora. Por isso, sua tonalidade é mais escura.

Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Lá, tivemos a oportunidade de ter uma das experiências mais marcantes de nossas vidas: entrar dentro da pirâmide.

O ingresso para entrar na Miquerinos estava sendo vendido a 60 Libras Egípcias por pessoa.

Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Ingresso para entrar na Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Mamis ficou do lado de fora com o guia e eu e Danubia entramos. Lá dentro não tem nada. Apenas os espaços vazios, onde antes, há mais de 4500 anos, estavam enterrados o corpo do rei Miquerinos (Menkauré, em egípcio antigo) e seus tesouros.

Mesmo assim, vale a pena entrar. É uma experiência muito bacana e inesquecível.

Lá dentro, não é permitido tirar fotos com máquinas fotográficas. Mas pode usar o celular sem problema e nós pudemos registrar esse momento em fotos e vídeos.

Entrando na Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Entrando na Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Entrando na Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Entrando na Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Confesso que achei que seria bem mais difícil entrar na pirâmide. Mas somente a descida não é tão fácil porque a escada é um pouco em pé e os degraus são feitos apenas com umas tirinhas de madeira pregadas. Mas também não é nada "de outro mundo". Foi muito tranquilo.

Entrando na Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Entrando na Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Uma das muitas coisas curiosas que descobrimos na viagem é a origem do buraco que tem na frente desta pirâmide de Miquerinos. Foi feito pelo filho do sultão Saladino, que tem um nome bem difícil e comprido (kk): Malek Abd al-Aziz Othman ben Yusuf. Ele tentou demolir o monumento, mas só conseguiu tirar algumas pedras.

Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Miquerinos - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Depois da Miquerinos, nosso próximo destino foi o planalto de Gizé, onde está localizada a Grande Esfinge, a maior estátua do mundo construída em um único bloco de pedra calcária. Com 73,5 metros de comprimento; 20,22 metros de altura; e 19,3 metros de largura, possui cabeça de homem (dizem ser o rosto do faraó Quéfren) e corpo de leão.

Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


E por que a esfinge não tem o nariz? Assim como as pirâmides, várias teorias e lendas explicam o fato. Uma delas, a mais divulgada, é que teria sido obra de Napoleão quando invadiu o Egito em 1798. Outra história aponta os mamelucos como responsáveis, pois teriam usado o rosto da estátua como alvo para calibrar os canhões.

A teoria mais aceita, porém, é que os cristãos coptas ou otomanos tenham arrancado o pedaço entre os séculos XVI e XVII como forma de punição. Naquela época, o nariz dos ladrões era extirpado para seu fácil reconhecimento.

Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


A área da esfinge é grande, mas, já pela manhã, estava lotado. Muitas pessoas, assim como eu e Danubia, aproveitaram para fazer aquelas fotos "jacús" que não podem ficar de fora dos álbuns no Egito.

Tradicional foto beijando e Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Tradicional foto beijando e Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Tradicional foto beijando e Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Tradicional foto beijando e Esfinge de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


E mamis? Como mamis estava andando há 20 dias de sandália e meia, por conta do dedo com bolha, as solas dos pés dela já estavam doendo. Como a área onde estão as pirâmides e a esfinge é toda de areia, mamis optou em nos esperar na entrada. Foi uma pena, pois ela não viu a esfinge de pertinho.

Complexo das Pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Complexo das Pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Assim que voltamos, encontramos com mamis e compramos para ela um copo de suco de morango e salgadinho. Gente, que delícia de suco. Grosso e muito saboroso. Vários locais vendem este tipo de suco no Cairo. Vale a pena.

Nós não fizemos nenhuma parada para comer. Essa foi nossa única reclamação do passeio. Se não fosse esse lanchinho, não conseguiríamos ficar de pé no restante do dia kkk.

Bom, depois da esfinge, fomos visitar uma fábrica de papiros. No local, assistimos à demonstrações de como é feito o material que é precursor do papel. A técnica foi desenvolvida por volta de 2500 a.C.. O papiro é muito resistente, inclusive à água.

Nós, como não poderia ser diferente, compramos dois papiros que brilham no escuro e ganhamos três marcadores de página com nossos nomes em hieroglifo.

Fábrica de papiro no Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Fábrica de papiro no Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Fábrica de papiro no Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Fábrica de papiro no Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Fábrica de papiro no Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Fábrica de papiro no Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Nossa próxima parada foi em uma escola, onde crianças que não têm condições de pagar pelos estudos, aprendem a fabricar tapetes. O trabalho, permitido no Egito, é muito bem feito. Cada tapete mais lindo do que o outro. Mas também bem caro kk.

Escola de tapetes no Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Escola de tapetes no Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


O último passeio do dia foi em Saqqaranecrópole da cidade de Memphis, a 33 quilômetros do Cairo, considerada o maior cemitério arqueológico do Egito, com seis quilômetros de comprimento. A entrada no complexo custou, em abril de 2018, 120 Libras Egípcias por pessoa.

Ingresso para visitar Saqqara - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Ingresso para visitar Saqqara - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


É lá que está localizada a primeira pirâmide de degraus do mundo, a Pirâmide de Djoser ou Pirâmide de Saqqara. Construída por Imhotep, com 62 metros de altura (o túmulo mais alto da época) no ano de 2630 a.C., abrigava o corpo do faraó Djoser, da terceira dinastia. Aliás, Imhotep foi considerado o primeiro engenheiro e arquiteto da história.


Pirâmide de Djoser em Saqqara - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Djoser em Saqqara - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Ainda em Saqqara, tivemos a oportunidade de entrar na pirâmide de Teti. É muito legal. Lá dentro é proibido filmar ou fotografar, mas conseguimos fazer algumas fotos. Essa é considerada a segunda pirâmide que contém textos gravados nas paredes. Por fora, ela não se parece muito com pirâmide. Parece um amontado de pedras. Mas por dentro está bem preservada.

Pirâmide de Teti em Saqqara - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Pirâmide de Teti em Saqqara - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


O complexo ainda abriga várias estruturas funerárias de um período que se estende desde 3 mil a.C. até 950 d.C. Durante a visita, entramos em algumas tumbas que continham centenas de hieroglifos desenhados nas paredes. É muito bacana ver de perto tanta história. As cenas retratam o dia a dia dos egípcios, como caça, pesca, pagamentos de impostos, animais, entre outras situações.

Tinha até representação da cobrança dos caloteiros da época kk. Poderíamos aprender algumas táticas e usar nos dias de hoje, hein!!!

Interior das estruturas funerárias em Saqqara - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Interior das estruturas funerárias em Saqqara - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 
Estruturas funerárias em Saqqara - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Estruturas funerárias em Saqqara - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Para fechar nosso primeiro dia no Egito, passamos em uma casa de câmbio para trocar nossos dólares por Libras Egípcias (e pagar o Ahmed, é claro, kk) e fomos a um Carrefour (sim, lá tem Carrefour kk) para comprarmos algumas coisinhas para nosso jantar, como pão de forma, salaminho, suco, além de doce de figo seco e de pêra, que o guia indicou para mamis.

Supermercado no Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Supermercado no Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Depois do nosso lanchinho no quarto (o único do dia kk), subimos para o terraço do hotel para assistirmos, de camarote, ao show de luzes e som que acontece todas as noites a partir das 19 horas no complexo das pirâmides.

Do hotel, dá para ver e ouvir tudo perfeitamente...

Lanchinho no hotel Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Lanchinho no hotel Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


É um espetáculo lindo. As pessoas assistem das cadeiras, que estão posicionadas no Planalto de Gizé, bem pertinho dos monumentos. O show de uma hora começa com a iluminação das pirâmides e da esfinge. Uma de cada vez. E, ao mesmo tempo, é contada a história das construções e tudo que as envolve. A narração é feita em vários idiomas, como inglês e espanhol.

Show de Som e Luzes nas pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Show de Som e Luzes nas pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Como disse, nós assistimos de camarote lá do alto. Dava para ver e ouvir tudo. É emocionante, principalmente pela música que cria um clima de mistério. Quando as três pirâmides foram acesas de uma vez, eu e Danubia soltamos juntas um "nossa" tão emocionado que até agora arrepia. Nós até choramos de emoção.

Show de Som e Luzes nas pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Show de Som e Luzes nas pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Show de Som e Luzes nas pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Show de Som e Luzes nas pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


O único problema era o vento frio que estava fazendo lá no alto. Aliás, é preciso destacar que nada fica limpo por ali. A areia do deserto voa para todos os lados o tempo inteiro. Eu mesma deixei meu celular por alguns segundos sobre a mesa e quando olhei, ele estava todo branco.

Foi por isso, aliás, que mamis nem quis tomar o café da manhã no outro dia. Disse ela que o lugar era muito sujo kk.

Após esse show de luzes maravilhoso, voltamos para o quarto, encerrando nosso primeiro dia no Cairo.

Ah, quando já estávamos dormindo, um homem bateu forte várias vezes na porta e começou a falar um monte de coisa em inglês. Como não entendíamos nada, ficamos com medo. Será terrorista? Ligamos para a recepção e o atendente veio até o nosso quarto.

Quando abrimos a gretinha da porta, ele nos explicou que o mocinho anterior estava entregando um "brinde da gerência" aos hóspedes: um pedaço de bolo para cada uma de nós.

Mas precisava ser tão tarde e insistir tanto? kkkk. Pelo menos o bolo estava gostoso.

Cortesia da gerência do hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Cortesia da gerência do hotel Best View Pyramids - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


2º dia - 23 de abril - Diário de Bordo - 2 dias no Cairo

Nosso segundo dia no Egito começou cedo. Às 8 horas, o Ahmed nos buscou no hotel e nós seguimos para a primeira programação do dia: o Museu do Cairo.

No caminho, fomos admirando a paisagem vermelha que forma o Cairo e o dia-a-dia do povo egípcio: casas sem reboco, sem telhado e algumas sem janelas (lá não chove e faz muito calor. Além disso, dizem que as pessoas não terminam suas casas para não pagarem impostos). Buzinas e carros amassados, resultados de um trânsito caótico. Pessoas, atravessando as ruas no meio dos veículos sem medo ou receio. Vendedores ambulantes e muitas outras cenas.

É uma realidade sofrida. Diferente. Mas notamos que, mesmo com todas as dificuldades, o povo é muito feliz e simpático.

Ruas do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Ruas do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Já no Museu do Cairo, pudemos ver de perto um pouco mais da história egípcia. O museu é o principal do Egito, aberto em 1858. Ele possui uma coleção com mais de 120 mil objetos antigos. Entre eles, está o enxoval de Tutankhamon, incluindo sua máscara mortuária de ouro. Também tem sarcófagos, estátuas, múmias (inclusive de animais), esfinges, entre outros. É muito bacana. 


Museu do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Museu do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Museu do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Museu do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


O museu é tão grande que demorariam dias para ver tudo. E, como nós não tínhamos todo esse tempo, o Ahmed fez de tudo para que conhecêssemos as obras principais.

Museu do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Museu do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

O bilhete de entrada no Museu comprado junto com o da sala das múmias reais custava, em abril de 2018, 240 Libras Egípcias por pessoa. A visita à sala, porém, é opcional e o ingresso individual estava sendo vendido a 150 Libras Egípcias, pagando à parte.


Ingresso para o Museu do Cairo e sala das múmias reais - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Ingresso para o Museu do Cairo e sala das múmias reais - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Além disso, é cobrada uma taxa de 50 Libras para fotografar. Embora eu e Danubia estivéssemos tirando fotos e filmando, compramos apenas um ticket e foi tranquilo.


Ingresso para fotografar o Museu do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Ingresso para fotografar o Museu do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


A sala das múmias reais abriga os corpos de alguns dos faróis mais importantes da história egípcia, como as várias descendências de Ramsés, Tutmés II e Seti I. 

Na verdade, são duas salas separadas com 12 múmias em cada umaGente essa é, sem dúvida, a parte que nós três mais gostamos. Uma pena que não é permitido filmar ou fotografar (eu bem que tentei, mas meu celular não colaborou e desligou quando entramos. Deve ser a maldição das múmias kkkk).

Mas é demais ver todas aquelas múmias com mais de quatro mil anos, com cabelos, unhas, dentes. Tudo muito bem preservado. É incrível e não tem palavra que possa descrever essa experiência.

Outra sala que não é permitido registrar é a com alguns dos pertences mais importantes e valiosos de Tutankhamon. Lá tem a sua máscara funerária de ouro puro, joias, sarcófago, entre outros objetos pessoais que foram encontrados em 1925 em sua tumba - intacta - no Vale dos Reis. 

Além desta sala especial, alguns outros itens do faraó estão em exposição no museu (podendo ser fotografados), como a sua cadeira, chinelos, as três caixas mortuárias gigantes, entre outros.


Objetos do faraó Tutankhamon no Museu do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Objetos do faraó Tutankhamon no Museu do Cairo - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Saindo do museu, seguimos para o bairro Cairo Copta. Chamado de Cairo Velho, por ser ali que a cidade foi fundada em 116 a.C. dentro das muralhas da Fortaleza de Babilônia, abriga importantes monumentos como o Museu Copta, a igreja dos Santos Sérgio e Baco (onde está a cripta que foi habitada pela Família Sagrada), a Igreja Suspensa, a Igreja de São Jorge, bazar, sinagogas, entre outros.

O Cairo Copta, aliás, era a fortaleza do cristianismo no Egito até à época islâmica. 


Bairro Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Bairro Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Em nosso tour, primeiro, entramos na Igreja Suspensa, que é a mais famosa do Cairo por ser a residência do papa copta. O nome original é Igreja Ortodoxa Copta da Santa Virgem Maria, mas ela tem esse segundo nome, pois está no alto, já que foi construída no século III sobre um túnel da Fortaleza de Babilônia.


Igreja Suspensa no Bairro Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Igreja Suspensa no Bairro Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Depois da igreja Suspensa, entramos em um corredor estreito com muitas lojinhas (e onde compramos canecas, imãs de geladeira, pirâmides em miniatura e um sarcófago com uma 'muminha' dentro kk) e chegamos à igreja dos Santos Sérgio e Baco ou Abu Serga. Este foi um dos lugares mais apreciados por mamis. Afinal, a igreja foi construída onde, supostamente, a Família Sagrada - Jesus, Maria e José - viveu por alguns meses enquanto se escondia de Heródoto. 


Igreja dos Santos Sérgio e Baco no Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Igreja dos Santos Sérgio e Baco no Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Além de linda, dentro da igreja está localizada uma cripta de 10 metros de profundidade que, segundo nos contou o guia Ahmed, é o local onde Jesus dormia. A única reclamação de mamis foi que ela queria ficar ali por mais tempo para conversar com Jesus, kk.


Cripta Sagrada na Igreja dos Santos Sérgio e Baco no Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Cripta Sagrada na Igreja dos Santos Sérgio e Baco no Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Lugar onde Jesus dormia com a Família Sagrada - Igreja dos Santos Sérgio no Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Lugar onde Jesus dormia com a Família Sagrada - Igreja dos Santos Sérgio no Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Dali, seguimos para a sinagoga judia Ben Ezra. Lá dentro é muito bonito, mas não é permitido fotografar. Para entrar, é preciso passar pelo controle de raio-x como em vários lugares no Cairo.


Sinagoga judia Ben Ezra Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Sinagoga judia Ben Ezra Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


O lugar é decorado com arabescos turcos, ouro e madrepérola. Como até o ano 882 ela era uma igreja cristã (foi vendida para os judeus para pagar os altos impostos cobrados pelo governo muçulmano), possui formato de basílica com dois andares: um para homens (embaixo) e outro para as mulheres (no alto). Mas também tem traços do islamismo e do judaísmo em várias partes.

O guia nos contou que a sinagoga foi construída no lugar onde Moisés teria sido encontrado pela filha do faraó ainda bebê (o encontro, aliás, teria sido nessa área onde mamis está sentada na foto de cima, que fica em frente à entrada do templo).

Também teria sido o lugar onde o profeta Jeremias reuniu o povo judeu depois que eles foram expulsos de Jerusalém. Essa teoria é mais aceita, inclusive, porque no local foram descobertos mais de 100 mil textos bíblicos e litúrgicos, documentos e cartas escritos em vários idiomas, como hebraico, árabe, persa, aramaico e iídiche.

Todo esse passeio foi feito a pé dentro da cidade velha. Depois de algumas horinhas, paramos em frente à Mesquita de Amir ibne Alas, a mais antiga do Egito e do continente africano, construída em 642. Como não tínhamos muito tempo e apenas iríamos aguardar o motorista, optamos por não entrar.


Mesquita de Amir ibne Alas no Cairo Copta - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Mesquita de Amir ibne Alas no Cairo Copta:a mais antiga do continente africano - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


De lá, seguimos para uma fábrica de perfumes, onde aprendemos um pouco sobre as fragrâncias egípcias, e, por fim, para a Fortaleza de Saladino ou Cidadela de Saladino, onde está localizada a famosa Mesquita Mohamed Ali Pasha ou como é chamada: Mesquita de Alabastro, pelo uso do material em sua construção. 


Fábrica de perfume - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Fábrica de perfume - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Fábrica de perfume - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Fábrica de perfume - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

A entrada na Cidadela de Saladino é paga e, na data da nossa viagem, custou 100 Libras Egípcias por pessoa.


Ingresso para Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Ingresso para Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Mesquita de Alabastro na Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Mesquita de Alabastro na Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


A mesquita é linda. Ela é toda decorada com alabastros e mármore branco. Foi construída em estilo turco entre 1828 e 1848 em memória do filho mais velho de Mohamed Ali Pasha, Tusum Pasha. Com 82 metros de altura, está localizada no topo da Fortaleza de Saladino, de onde se tem uma das melhores vistas da cidade do Cairo. É na mesquita que também está enterrado o governante do Egito, Mohamed Ali.


Mesquita de Alabastro na Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Mesquita de Alabastro na Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Para entrar, é preciso tirar os sapatos. Mulheres devem estar cobertas com véu.


Mesquita de Alabastro na Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Mesquita de Alabastro na Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 
Mesquita de Alabastro na Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Mesquita de Alabastro na Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


A cidadela de Saladino ainda conta com outros monumentos como outras mesquitas (Suleyman Pasha e Al-Nasir Muhammad), o Museu Nacional Militar, o Museu da Polícia, o Museu Palácio Al-Gawhara, o Museu da Carruagem e o Miradouro.


Museu Nacional Militar na Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Museu Nacional Militar na Cidadela de Saladino - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Nossa última parada do dia foi no famoso Bazar Khan-el-Khalili. O bazar é uma área comercial muito antiga, com mais de mil anos. É formado por várias ruazinhas recheadas de lojas e barracas com milhares de produtos: roupas, tecidos, sapatos, especiarias, joias, perfumes, souvenires variados, prataria, alimentos, animais, entre outros.

São cerca de quatro mil lojas espalhadas por aproximadamente 200 ruas. Imagina só o tamanho daquele lugar!!!

Bazar Khan-el-Khalili no Cairo Velho - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Bazar Khan-el-Khalili no Cairo Velho - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Nós entramos em uma parte, onde tem um enorme portão. Neste lado, porém, encontramos mais pratarias, joias, móveis, lamparinas (aliás, aos milhares kk), tapetes, barracas de comidas típicas e algumas mesquitas.

Bazar Khan-el-Khalili no Cairo Velho - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Bazar Khan-el-Khalili no Cairo Velho - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Mesquitas no meio do Bazar Khan-el-Khalili no Cairo Velho - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Mesquitas no meio do Bazar Khan-el-Khalili no Cairo Velho - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Mais para o final do bazar é que vimos aquilo que mais nos interessava: os típicos souvenirs, como imãs de geladeira, canecas, pirâmides em miniatura, camisetas com desenhos típicos, entre outras maravilhas que fazem brilhar os olhos dos consumistas como mamis, que ama uma feira.

Bazar Khan-el-Khalili no Cairo Velho - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Bazar Khan-el-Khalili no Cairo Velho - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Bazar Khan-el-Khalili no Cairo Velho - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Bazar Khan-el-Khalili no Cairo Velho - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Mas, como já estávamos "pra lá de Bagdá" de tão cansadas, quase não conseguimos aproveitar o lugar. As pernas doíam demais kk. Sem contar que o Ahmed, embora maravilhoso, não deixava a gente se desgrudar dele nem por um minuto. Isso é que era proteção!!! Mas, por outro lado, não conseguimos ver as coisas com mais liberdade.

Os únicos produtos que compramos no bazar foram três camisetas de criança, mais imãs de geladeira e bolsinhas de dinheiro que mamis comprou duas kk. Ah, também aproveitei e coloquei uma película de vidro no meu celular. Custou 7 dólares kk. Lembra que, lá em Paris, meu celular escorregou do colo e rachou a tela bem no Museu do Louvre? Então, quebrou em Paris e ganhou proteção no Egito. Tá muito fino.

Chamada para a reza - Uma coisa bem curiosa e diferente para nós ocidentais é o chamado para as rezas. Durante cinco vezes ao dia, os muçulmanos são alertados por altos-falantes instalados nas mesquitas que é chegada a hora de rezarem.

Nas ruas do bazar, tivemos a oportunidade de escutar um destes chamados. O Ahmed nos contou que eles devem rezar cinco vezes ao dia virados para Meca: ao alvorecer; ao meio-dia (quando o sol atinge seu ponto máximo); entre o meio-dia e o pô-do-sol; logo após o pôr-do-sol; e à noite, uma hora e meia depois que o sol se pôs.

Ele também explicou que os fiéis são "dispensados" da obrigação quando estão trabalhando e não há lugar adequado para a oração.

Inclusive no aeroporto de Istambul, onde estivemos em conexão por três vezes nesta viagem, tinham duas salinhas de orações. Uma para mulheres e outra para homens. Ao passar em frente às portas abertas, vimos muitas pessoas ajoelhadas e com as cabeças encostadas no chão, fazendo suas rezas.

Voltando ao nosso segundo dia no Cairo, depois de deixarmos o Bazar, paramos em uma farmácia para Danubia comprar um xarope (mais um né: já tínhamos comprado em Londres, Amsterdam, Paris e Roma. Tudo por conta da gripe danada que eu levei do Brasil para a Europa, passei para mamis e, nos últimos dias, para Danubia também kk) e para trocarmos as Libras Egípcias por dólar novamente.

Quem fez todas as negociações, inclusive na compra do remédio, foi o nosso querido guia Ahmed. Não nos preocupamos com nada nestes dois dias pela cidade. Empresa nota mil...

Ahmed, o guia, e Mahmoud, o motorista - Star Day Tour - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Ahmed, o guia, e Mahmoud, o motorista - Star Day Tour - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo


De volta ao hotel, tiramos um cochilo merecido e, enquanto mamis e Danubia continuaram deitadas, eu voltei para o terraço para assistir, novamente, ao show de som e luzes das pirâmides. Desta vez, estava ventando menos e foi muito mais gostoso apreciar o espetáculo. Imagina se eu iria embora sem ver minhas queridinhas novamente. De jeito nenhum, né...

Show de Som e Luzes no complexo das Pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Show de Som e Luzes no complexo das Pirâmides de Gizé - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Por volta das 11 horas da noite, o Sherife, que foi com quem a gente tinha negociado todo o tour pelo Cairo, veio nos conhecer e receber pelo passeio contratado. Muito simpático, ele ainda nos deu presentinho. Uma caixa com doces árabes. Foi muita gentileza. Nós amamos.

Doces árabes - presentinho do Sherif el-Naggar - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Doces árabes - presentinho do Sherif el-Naggar - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 

Doces árabes - presentinho do Sherif el-Naggar - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo
Doces árabes - presentinho do Sherif el-Naggar - Diário de Bordo: 2 dias no Cairo 


Passadas as despedidas, o Ahmed transferista nos levou de volta ao aeroporto. Lá, ele providenciou nossa entrada no primeiro raio-x (na porta principal), nosso check in e nos deixou encaminhadas na fila do controle de passaporte, encerrando nossos breves, mas maravilhosos, dois dias no Cairo.

Nosso avião estava marcado para deixar o Egito rumo a Istambul às 02:40 horas da manhã já do dia 24 de abril. O voo foi rapidinho, pouco mais de duas horas.

Ficamos em Istambul por quatro horas e, às 9:40 horas, embarcamos rumo a São Paulo em um voo de 13 horas seguidas, encerrando nossa viagem de 21 dias pela Europa e pela África.

_________________________________________________________________________________
Encontre aqui seu hotel no Cairo. No Booking você sempre tem os melhores hotéis com os melhores preços.





Parceria
A viagem das integrantes do D&D Mundo Afora ao Cairo em abril de 2018 contou com parceria da Star Day Tour que nos concedeu o transfer e o tour pela cidadeApesar disso, as informações, opiniões e avaliações relatadas em todos os posts sobre a viagem são inteiramente pessoais e refletem as reais experiências vivenciadas pelas integrantes do blog, sejam elas positivas ou negativas.

NOSSO PARCEIRO NO CAIRO



4 comentários:
  1. Embora longo, li o post inteirinho e adorei cada dica e lugar visitado. As fotos estão incríveis, amei as aventuras da mamis com vocês. Que destino maravilhoso, o post é um verdadeiro guia para visitar este lugar incrível. Estão de parabéns por esta viagem especial, obrigada por compartilhar. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi. Obrigada pela visita. Espero que as dicas te ajudem quando for para lá. O Egito é incrível. vale a pena visitar... bjsss

      Excluir
  2. Ola, li com muito interesse todas as suas dicas porque no proximo mês vou com a familia precisamente para o Cairo, vamos fazer o cruzeiro de 3 dias pelo Nilo de Luxor até Assuão e para finalizar vamos fazer uma visita de 1 dia a Alexandria. Cumprimentos de Portugal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Que bacana. Você vai amar o Cairo. Nós já queremos voltar....boa viagem. Se precisar de mais alguma dica, pode chamar!!!

      Excluir

VAI VIAJAR? Confira os serviços que vão facilitar sua viagem
➤ Reserve seu hotel em todo o mundo no BOOKING.COM ou no HOTEIS.COM
➤ Compre suas passagens na DECOLAR, LATAM, EMIRATES ou na KLM
➤ Compre suas passagens de trem para toda a Europa com a RAILEUROPE
➤ Compre seus pacotes de viagem na DECOLAR ou na CVC 
➤ Troque sua moeda estrangeira na COTAÇÃO
➤ Compre ingressos sem filas para atrações em todo o mundo na TicketBar e na Tiqets
➤ Faça seu seguro viagem com a SEGUROS PROMO
➤ Compre seu chip de celular e internet com a EASYSIM4U
Topo da página