13 de abril de 2015
Textual description of firstImageUrl

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro

Post atualizado em 05 de julho de 2016
Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro
Foto incluída no CD vendido ao blog D&D Mundo Afora, durante o passeio "Mergulho guiado com cilindro"

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro

Por Daniela Almeida
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR E-MAIL

O terceiro destino visitado em nossa temporada de viagens 2015 foi Maragogi, em Alagoas. O pacote foi contratado com o receptivo do hotel Village Porto de Galinhas (na Praia do Cupe), onde nos hospedamos, e nos custou R$ 180 para as três. O táxi nos levou e ficou o dia inteiro à nossa disposição. A visita à Maragogi foi feita durante nossa viagem à Pernambuco. Além de Porto de Galinhas e Maragogi, conhecemos também Caruaru, Nova Jerusalém, Recife, Olinda e Carneiros.

Maragogi está localizada no norte de Alagoas, a 128,3 quilômetros de Maceió,  a 135 quilômetros de Recife e a 88,4, de Porto de Galinhas. No total, são cerca de 23 quilômetros de praias com águas cristalinas e quentes. Um verdadeiro paraíso.

As galés - ou piscinas naturais formadas entre os arrecifes e corais - são a principal atração de Maragogi e ficam a 6 quilômetros da praia. Elas estão localizadas em Área de Proteção Ambiental (APA), na Costa dos Corais - que ocupa 135 quilômetro da costa brasileira. É por isso que, assim como acontece em Porto de Galinhas, as visitas às galés são restritas a 600 pessoas por dia, divididas entre dez catamarãs. Desta forma, é necessário agendar o passeio com antecedência para não perder a viagem.

Quando ir:

O clima por lá é quente, praticamente, o ano todo, com temperaturas médias de 25 graus. O verão é a melhor época, com as águas mais cristalinas, possibilitando uma visibilidade maior do fundo do mar. Porém, é o período mais cheio de turistas e o mais caro.

Para quem quer fugir das chuvas, os meses entre outubro e janeiro são os melhores. De abril a agosto chove muito.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro


Nós fizemos este passeio no dia 23 de janeiro, quando a tábua da maré estava em 0.2, às 11:51. É muito importante ficar atento à esta tábua, pois quanto maior o número, mais alta está a maré e ficará difícil, e até impossível, visitar as piscina naturais, assim como também acontece em Porto de Galinhas.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro

Lá em Maragogi há um ponto de apoio, onde as atividades são contratadas. Tem também restaurante e lojinhas. Além de pagar o táxi ou a condução até lá, é preciso pagar mais R$ 75 por pessoa (preço de janeiro de 2015) para passear de catamarã até as piscinas naturais, um passeio quase que obrigatório e que dura quase 3 horas. Nós começamos o nosso por volta das 10 horas.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro


Durante o trajeto, que dura em torno de 20 a 30 minutos, o instrutor do catamarã passa as instruções de segurança, conta piadas, faz brincadeiras e isso faz o tempo passar mais rápido. Dentro do barco também são vendidas bebidas e bolachas.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro


Assim que chegamos às piscinas naturais, já temos uma visão incrível daquele mar azul, com tonalidades de verde. Realmente, é o caribe brasileiro!!!

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro
Olha esse céu e esse mar!       

O que fazer nas galés de Maragogi

Ainda dentro do catamarã, o guia nos informa quais são as opções de atividades que poderão ser realizadas no mar. Você pode ficar à vontade e não contratar nada, fazer suas próprias fotos, nadar, etc. Pode contratar o serviço de fotografia por R$ 50 (o casal ou duas pessoas, como foi o meu caso com Danubia) para te registrar fazendo snorkeling em águas rasas junto com os peixinhos. Eles te emprestam a máscara (ou, pelo menos, nos emprestaram neste dia).

E ainda há a opção de fazer mergulho guiado com cilindro a quase 4 metros de profundidade. Essa atividade custou R$ 100 por pessoa, já incluído o CD com fotos.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro


Nos fizemos as duas coisas: snorkeling e mergulho. Foi MARAVILHOSO. Até hoje não sei como tive coragem de fazer, pois sou muito medrosa.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro


Primeiro é feito um teste para saber se você vai se adaptar aos equipamentos. O mergulhador profissional conduz a gente até um lugar com água até  à cintura e, por alguns segundos, (não mais que 30 segundos) nos submerge para saber se vai ficar tudo bem. Passado este teste, se tudo der certo, você é levado para o fundo do mar.

Já disse que sou medrosa, né? Eu fiz o teste e em alguns segundinhos pedi para sair. Quando pensei que íamos fazer o teste novamente, o instrutor já me levou para mergulhar nas águas profundas. Quando vi, já estava lá embaixo, vendo cardumes e cardumes de peixinhos coloridos que eu pensava só existirem em televisão.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro
Foto incluída no CD vendido ao blog D&D Mundo Afora durante o passeio "Mergulho guiado com cilindro"

Por mais que eu descreva e elogie, não conseguirei reproduzir com exatidão a maravilha que é aquele lugar. Dinheiro muito bem empregado. Pagaria de novo e faria o mergulho quantas vezes fossem necessário. Minha única reclamação: foi muito rápido. Muito rápido mesmo. Quando comecei a me acostumar, o mergulhador me levou de volta para a superfície.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro


Durante o tempo de mergulho, uns 20 minutos, minha irmã subiu duas vezes para arrumar a máscara. Eu fiquei o tempo todo debaixo d'água. Mais uma vez: foi MARAVILHOSO.

É importante destacar que é tudo muito seguro. Pois um mergulhador profissional fica o tempo todo, segurando e conduzindo a gente debaixo d'água. Qualquer problema, você faz os sinais que são combinados antes e ele te tira da água imediatamente.

Depois do mergulho, fomos fazer o snorkeling em águas rasas. Foi muito legal também (não tanto quanto o mergulho - já deu para sentir que eu nem gostei de mergulhar, né!!!!). Ficamos ali, tirando fotos, nadando (ou fingindo, como eu), ou apenas contemplando aquele mar lindo.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro

Só não gostei muito da qualidade das fotos. Foram poucas fotos e mal enquadradas (deu trabalho para selecionar algumas melhores). Tudo bem que os peixes não estão à nossa disposição para ficar fazendo poses e mais poses ao nosso lado. Mas, para uma empresa que faz isso centenas de vezes todos os dias, já deveria ter uma equipe mais preparada para fotografar debaixo d'água com, pelo menos, enquadramento.

Enquanto estávamos no passeio, mamis, que tem medo de água (rsrs), ficou lá no restaurante, sentada nas cadeiras e olhando coisas para comprar na lojinha do ponto de apoio. Antes de irmos até as piscinas, já havíamos escolhido as comidas para que, quando voltássemos, já estivessem mais ou menos prontas.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro
Restaurante e ponto de apoio da praia de Maragogi
Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro
Enquanto a gente passeava pelas piscinas naturais, mamis descansava, admirando a paisagem maravilhosa 

Nós pedimos porções de batata frita, peixe e camarão à milanesa e peito de frango com arroz e purê. Muita coisa né!!!!! Ah, e uma jarra de suco. Tudo deu R$166. Mamis não gostou muito (mas isso já é comum, rs). Eu e Danubia aprovamos os pratos, mas, apesar de gostosos, veio muita comida e ninguém aguentou comer tudo. Tanto que, depois, nós até chamamos uns meninos que fazem pintura em azulejo para comer e eles ficaram muito satisfeitos.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro


Aliás, que trabalho bem-feito o que esses meninos fazem. Não comprei (custava R$ 20) e nem tirei foto, mas eles fazem uma verdadeira obra de arte e tudo em poucos minutos. Não deram nem três minutos para reproduzirem o por-do-sol com uma riqueza de detalhes incrível.

Ainda em Maragogi, nesta mesma praia, ainda compramos, como sempre, uma caneca de lembrança do lugar. Nela, pedimos para estampar uma foto de nós três, tendo como fundo a praia de Maragogi (R$ 35). Tem ainda opção de cerâmicas com fotos, pratos e outros materiais.

Mas vale aqui uma dica: a qualidade do material é muito ruim. O rapaz que estava colocando as fotos disse que já mexia com isso há anos, mas todas as fotos nos objetos de modelo estavam achatadas. Sem proporção. Minha irmã, que é publicitária, teve que mexer no computador da empresa para arrumar a imagem para não ficar como aquelas coisas horrorosas que estavam saindo.

Maragogi (Alagoas) - o Caribe Brasileiro
Rede disponibilizada pelo restaurante Frutos do Mar

Saímos de Maragogi por volta das 15 horas. E o taxista nos deixou no centro de Porto de Galinhas para que pudéssemos andar mais um pouco por lá. Para o hotel, nós fomos de kombi (R$ 2,50). Esta foi a segunda vez que usamos os coletivos locais. Na primeira, nós fomos de micro-ônibus, pois o táxi da Vila de Porto até o Village (na Praia de Cupe), onde nos hospedamos, ficava por R$ 20. O buggy cobrava R$ 15. Na duas vezes, fomos igual "sardinhas na lata", de tão cheio (kk)!!!



_________________________________________________________________________________
Buscando hotéis em Maragogi, em Alagoas? Hotéis em MARAGOGI. Faça sua reserva aqui. No Booking, você sempre encontra os melhores hotéis com os melhores preços.

10 comentários:
  1. Olá,
    Parabéns pelo post, gostei muito e só me deu mais vontade de ir visitar;

    Eu e meu futuro marido, vamos em novembro desse ano para Maragogi em lua de mel,
    Só que estamos com um pouco de receio, pois nós não dirigimos mais por conta 2 acidentes que sofremos.... Então alugar um carro está fora de cogitação.

    Estamos planejando ficar os 7 dias de viagem no local, contudo, lendo em outros lugares, vimos muitas pessoas(quase todas rs) dando o conselho de alugar um carro para explorar o local e seus arredores, mas como isso será inviável, estamos com medo de ir ficarmos sem opções de passeios durante os dias, devido a falta de mobilidade.

    Você tem alguns conselho sobre essa questão?


    ResponderExcluir
  2. Oi. Que bom que gostou. Minha sugestão é fazer como a gente. Nós contratamos pessoas especializadas em passeios. No post sobre o que fazer em porto de galinhas tem o cronograma com atividades, dias e preço. Não alugamos carro e isso nao atrapalhou em nad. Vc vai amar Maragogi. Não deixe de fazer o mergulho com cilindro. É maravilhoso. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que lindo! Tenho muita vontade de conhecer Maragogi, mas vou ter que juntar bastante dinheiro para aproveitar bastante, é muito caro. Esse é o primeiro post que visito, gostei muito do seu blog, parabéns! http://www.diarioemfotos.com/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Lá é muito bom e muito lindo!!!!Mas não precisa juntar muito dinheiro, não......Foram R$ 180 do táxi, saindo de Porto de Galinha e mais R$ 75 por pessoa para fazer o passeio de Catamarã e este é maravilhoso.....Vale à pena.....

      Excluir
  4. Meu Deus que lugar maravilhoso, que praia azul perfeita ! Amei muuito ....
    Beijos Maitê - https://maiteaissa.wordpress.com/
    Venha conhecer meu blog - você vai adorar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. É um lugar lindo mesmo. Estamos loucas para voltar!!!!

      Excluir
  5. Excelente post!
    Muito detalhado, com informações importantes e completas! Parabéns!
    Tenho muita vontade de conhecer Maragogi!
    No nordeste só conheço Porto Seguro (quem não? rs) e Natal (vale a pena demais).
    Bjos
    www.alessandrafaria.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não conheço Porto seguro kkk, mas, em breve, vou tentar visitar.....Natal também tenho vontade de conhecer. É muito lindo....

      Excluir
  6. Oi!! Adorei o post! Se tiverem interesse em saber mais sobre os pontos turísticos de Alagoas é só conferir em Iapoys.blogspot.com Abraços!

    ResponderExcluir

Topo da página

Receba nossas novidades em primeira mão

BAIXE GRÁTIS TAG's DE MALA PERSONALIZADAS