5 de março de 2020
Textual description of firstImageUrl

O que fazer em Lisboa, Portugal: 50 dicas



O que fazer em Lisboa, Portugal: 50 dicas

Por Daniela Almeida

Uma das cidades mais populares da Europa. Melhor cidade destino do mundo. Cidade global e um dos principais centros econômicos europeus. Lisboa, capital de Portugal, é assim.

Receba nossas atualizações

(Não se esqueça que é preciso confirmar a inscrição para receber nossos e-mails)

E se não bastasse, é um dos destinos queridinhos dos brasileiros tanto para passar as férias quanto para morar. O idioma, o clima e a gastronomia contribuem para isso.

Nós passamos cinco dias por lá e conseguimos reunir neste post dezenas de dicas para você organizar sua viagem.

Onde ficar em Lisboa, Portugal

Antes de mostrar o que fazer em Fátima, selecionamos 5 opções de hospedagens na cidade. Elas estão avaliadas como fabulosa/fantástica.

Portugal Boutique Hotel: avaliação - 9,4 (fantástico)
TURIM Boulevard Hotel: avaliação -  9,0 (fantástico) 
Hotel Crespo: avaliação - 8,7 (fabuloso) 
Empire Lisbon Hotel: avaliação - 8,6 (fabuloso) 
Hotel Miraparque: avaliação - 8,5 (muito bom)
| Confira as outras opções de hospedagem em Lisboa.
| Nós ficamos no Hotel Miraparque
As melhores hospedagens com os menores preços

Procurando por hotéis, hostels, pousadas ou resorts? Faça sua pesquisa no Booking e no Hotéis.com. Nos dois buscadores, você encontra as melhores opções, com os menores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.




O que fazer em Lisboa - lista com 50 dicas imperdíveis

1 - Torre de Belém
Principal atrativo de Lisboa, a Torre de Belém foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco em 1983 e uma das Setes Maravilhas de Portugal em 2007.

Começou a ser construída em 1514 sob o reinado de Manuel I e concluída em 1520. Possui a torre com cinco andares (com salas, capela e terraço) e o baluarte.

Torre de Belém - O que fazer em Lisboa, Portugal
Torre de Belém - O que fazer em Lisboa, Portugal


Desde sua construção, já funcionou como prisão, forte, farol e alfândega

Torre de Belém - O que fazer em Lisboa, Portugal
Torre de Belém - O que fazer em Lisboa, Portugal

Nós não conseguimos visitar a torre por dentro porque era uma segunda-feira e os atrativos de Belém estavam todos fechados. Mesmo assim, é um ponto imperdível para incluir no roteiro.

Funciona: todos os dias
De outubro a abril - das 10 às 7:30 horas
Maio a setembro - das 10 às 8:30 horas
Endereço: Avenida Brasília
Valor: 6 euros (combinado com Mosteiro dos Jerónimos + Museu Nacional de Arqueologia: 12 euros)

Internet ilimitada em 210 países

Viaje para 210 países com plano de dados ilimitados da EasySim4u. Com o chip, você já chega no destino conectado, mantém seu número de WhatsApp e pode acessar a internet e suas redes sociais tranquilamente durante o período de sua viagem. E você ainda pode escolher: frete grátis usando o cupom RBBVGRATIS ou ganhar 10% de desconto com o cupom DDMUNDOAFORA10.


2 - Mosteiro dos Jerônimos
Começou a ser construído em 1501, no século XVI, a pedido do rei D. Manuel I e demorou quase cem anos para ser concluído. É um dos principais mosteiros da Europa.

Em 1983, foi declarado Patrimônio Mundial pela Unesco, juntamente com a Torre de Belém. E em 2007, foi escolhido como uma das sete maravilhas de Portugal.

Além disso, ele tem o estatuto de Panteão Nacional desde 2016.

Mosteiro dos Jerónimos - O que fazer em Lisboa, Portugal
Mosteiro dos Jerônimos - O que fazer em Lisboa, Portugal


Abriga em seu interior os túmulos de Luis de Camões e Vasco da Gama. É muito incrível ver de perto estes túmulos de pessoas que a gente sempre viu nos livros de História.

Tem ainda a igreja de Santa Maria de Belém, capela, claustro, antigo refeitório dos monges, Sala do Capítulo com o túmulo de Alexandre Herculano e antiga biblioteca.

Túmulo de Vasco da Gama no Mosteiro dos Jerónimos - O que fazer em Lisboa, Portugal
Túmulo de Vasco da Gama no Mosteiro dos Jerônimos - O que fazer em Lisboa, Portugal

Túmulo de Luis de Camões no Mosteiro dos Jerónimos - O que fazer em Lisboa, Portugal
Detalhe do túmulo de Luis de Camões no Mosteiro dos Jerônimos - O que fazer em Lisboa, Portugal

Mosteiro dos Jerónimos - O que fazer em Lisboa, Portugal
Igreja dentro do mosteiro dos Jerónimos - O que fazer em Lisboa, Portugal


O claustro é lindo e um dos lugares mais fotografados dentro do complexo. Ele é o primeiro do seu gênero em Portugal. Tem dois andares abobadados e planta quadrada.

Na ala norte do claustro está o túmulo de Fernando Pessoa.

Claustro do Mosteiro dos Jerónimos - O que fazer em Lisboa, Portugal
Claustro do Mosteiro dos Jerónimos - O que fazer em Lisboa, Portugal
Túmulo de Fernando Pessoa no Mosteiro dos Jerônimos - O que fazer em Lisboa, Portugal
Túmulo de Fernando Pessoa no Mosteiro dos Jerônimos - O que fazer em Lisboa, Portugal

Funciona:
Claustro:
Outubro a abril - 10 às 17:30 horas
Maio a setembro - das 10 às 18:30 horas
Igreja:
Outubro a abril - 10 às 17 horas (domingos e feriados religiosos - 14 às 17 horas)
Maio a setembro - das 10 às 18 horas  (domingos e feriados religiosos - 14 às 18 horas)
Endereço: Praça do Império - Belém
Valor: 10 euros (combinado com Museu Nacional de Arqueologia: 12 euros)

Seguro Viagem com 10% de desconto 

Vai viajar? Não importa se vai ficar no Brasil ou vai para o exterior. O Seguro Viagem é um item muito importante e até obrigatório, no caso da viagem ser para Europa. Faça sua cotação e escolha a seguradora que melhor se adéqua ao seu perfil. Na Seguros Promo, leitor do D&D tem 10% de desconto: 5% na contratação com o cupom DEDMUNDOAFORA5 + 5% pagando no boleto. Se preferir, ainda pode pagar em até 12x no cartão de crédito.


3 - Museu Nacional de Arqueologia
É o principal museu arqueológico de Portugal, fundado em 1893. Conta com acervo reunindo vestígios de cerca de 3200 sítios arqueológicos relacionados à ocupação do território português. São mosaicos, esculturas, ourivesarias, antiguidades egípcios, entre outros.

Funciona: terça a domingo - das 10 às 18 horas
Endereço: Praça do Império - Belém
ValorValor: 5 euros (combinado com Mosteiro dos Jerónimos: 12 euros)

4 - Museu de Marinha
Fundado em 1863, está localizado no Mosteiro de Jerónimo e é um dos mais importantes de Portugal. Ocupa uma área de 50 mil metros quadrados e conta com mais de 20 mil peças, sendo seis mil em exposição.

Museu da Marinha - o que  fazer em Lisboa
Museu da Marinha - o que  fazer em Lisboa

Entre os itens, estão modelos de galés e embarcações desde o descobrimento no século XIX, armas, cartas marítimas, globos, tapeçarias, entre outros.

Tem ainda um centro de documentação com 14.500 obras, mais de 120 mil imagens, desenhos e mais de 1500 documentos sobre navios portugueses e outros.

Funciona:
De Maio a setembro - das 10 às 18 horas
De Outubro a abril - das 10 às 17 horas
Endereço: Praça do Império
Valor: 6,50 euros (idosos pagam metade)

5 - Padrão dos Descobrimentos
Monumento em forma de caravela estilizada construído em 1940, às margens do Rio Tejo. É uma homenagem aos descobrimentos portugueses.

Padrão dos Descobrimentos - O que fazer em Lisboa, Portugal
Padrão dos Descobrimentos - O que fazer em Lisboa, Portugal


Entre as 32 estátuas, estão personalidades como Vasco da Gama, Dom Henrique e Pedro Álvares Cabral.

Foi dali que, em 1500, Cabral saiu em sua caravela e "descobriu" o Brasil.

Padrão dos Descobrimentos - O que fazer em Lisboa, Portugal
Padrão dos Descobrimentos - O que fazer em Lisboa, Portugal


Porém, o padrão que está no local é uma réplica. Com 56 metros de altura, ele foi inaugurado em 1958 em alusão aos 500 anos da morte do Infante Dom Henrique.

É possível subir até o mirante no topo do monumento para ver toda a cidade e visitar exposições.

Em frente, no chão, tem um mapa dos descobrimentos portugueses.

Mapa no chão em frente ao |Padrão dos Descobrimentos - O que fazer em Lisboa, Portugal
Mapa no chão em frente ao Padrão dos Descobrimentos - O que fazer em Lisboa, Portugal


Funciona: todos os dias
De abril a outubro - das 10 às 19 horas
De novembro a março - das 10 às 18 horas
Endereço: Avenida Brasília, 1400 - Freguesia de Belém
Valor: 6 euro (para exposição, filme e miradouro). Idosos pagam 5 euros

6 - Castelo de São Jorge
Monumento Nacional desde 1910, o Castelo teve sua primeiras fortificações erguidas ainda no século I a.C, tendo sido reconstruídas por várias vezes.

Castelo de São Jorge lá no alto - O que fazer em Lisboa, Portugal
Castelo de São Jorge lá no alto - O que fazer em Lisboa, Portugal


A construção em si, uma das mais antigas, foi feita pelos muçulmanos no século XI para proteção da cidade.

Uma de suas 11 torres é o ponto mais elevado de Lisboa com 100 metros de altura. Lá do alto, a vista é linda. Além disso, quando Vasco da Gama voltou das Índias, foi no castelo que ele foi recepcionado.

Funciona: todos os dias
Novembro a fevereiro - das 9 às 18 horas
março e a outubro - das 9 às 21 horas
Endereço: Rua de Santa Cruz de Castelo
Valor: 10 euros(idosos pagam 8,5 euros)

7 - Praça do Comércio
Conhecida também como Terreiro do Paço, a Praça está situada junto ao Rio Tejo e é uma das maiores praças da Europa com 36 mil metros quadrados. Abriga o famoso Arco Triunfal da rua Augusta, com acesso para a Baixa.

A Praça foi construída no local onde existia o Palácio Real que foi destruído em um terremoto no ano de 1755.

Ao centro, está a estátua do rei de Portugal José I.

Praça do Comércio - O que fazer em Lisboa, Portugal
Praça do Comércio - O que fazer em Lisboa, Portugal

Praça do Comércio vista do Arco da Rua Augusta - O que fazer em Lisboa, Portugal
Praça do Comércio vista do Arco da Rua Augusta - O que fazer em Lisboa, Portugal


Funciona: todos os dias
Endereço: Praça do Comércio
Valor: gratuito

8 - Arco Triunfal da Rua Augusta
Foi criado pelo arquiteto Santos de Carvalho em 1873 para comemorar a reconstrução da cidade após o grande terremoto de 1755.

Dá para subir no alto, onde fica o relógio com uma exposição sobre ele, e o mirante para ver a cidade e o rio Tejo à frente.

Arco da Rua Augusta - O que fazer em Lisboa, Portugal
Arco da Rua Augusta - O que fazer em Lisboa, Portugal

Detalhe do Arco da Rua Augusta - O que fazer em Lisboa, Portugal
Detalhe do Arco da Rua Augusta - O que fazer em Lisboa, Portugal

Funciona: todos os dias
Endereço: Praça do Comércio
Valor: 2,5 euros (para subir no mirante)

9 - Praça Dom Pedro IV ou do Rossio
É uma das mais antigas da cidade na região da Baixa. Ao seu redor, estão prédios importantes como o Teatro Nacional e cafés famosos.

Praça Dom Pedro - O que fazer em Lisboa, Portugal
Praça Dom Pedro - O que fazer em Lisboa, Portugal


Além disso, abriga ainda uma fonte e a estátua de Dom Pedro IV, que é o mesmo nosso Dom Pedro I, sob um pedestal de 27,5 metros.

Estátua de Dom Pedro na Praça que leva seu nome em Lisboa - o que  fazer em Lisboa
Estátua de Dom Pedro na Praça que leva seu nome em Lisboa - o que  fazer em Lisboa


Funciona: todos os dias
Endereço: Praça Dom Pedro IV
Valor: gratuito

10 - Elevador de Santa Justa ou Elevador do Carmo
Inaugurado em 1902, o elevador liga a rua do Ouro à rua do Carmo no Largo do Carmo, unindo a cidade baixa à alta em uma altura de 45 metros (sete andares).

Único elevador vertical ainda existente, é composto por duas cabines de madeira em estilo gótico. Totalmente de ferro, foi declarado Monumento Nacional em 2002.

Elevador de Santa Justa - o que  fazer em Lisboa
Elevador de Santa Justa - o que  fazer em Lisboa


No topo do elevador, tem ainda o miradouro de Santa Justa, com acesso por uma escada, de onde é possível ter uma das vistas mais bonitas da cidade, inclusive do castelo de São Jorge.

Elevador de Santa Justa - o que  fazer em Lisboa
Detalhe do mirante do elevador de Santa Justa - o que  fazer em Lisboa

Elevador de Santa Justa - o que  fazer em Lisboa
Elevador de Santa Justa - o que  fazer em Lisboa


No local, é possível comprar dois bilhetes: um para subir até o miradouro e outro que combina a subida/descida no elevador.

Funciona:
Elevador:
De abril a outubro - das 9 às 23 horas
De novembro a março - das 9 às 21 horas
Miradouro:
De abril a outubro - das 9 às 23 horas
De novembro a março - das 9 às 21 horas
Endereço: Rua do Ouro
Valor: 5,15 euros (subir e descer) | 1,50 euros (apenas miradouro)

11 - Catedral da Sé de Lisboa
Inaugurada em 1150, após retomada da cidade aos mouros, a Catedral é a mais antiga de Lisboa. Hoje funciona como sede do Patriarcado de Lisboa e da Paróquia da Sé.

Catedral da Sé de Lisboa - o que  fazer em Lisboa
Catedral da Sé de Lisboa - o que  fazer em Lisboa

Ela foi erguida sobre uma mesquita muçulmana e mistura vários estilos após passar por algumas reconstruções. Foi declarada Monumento Nacional em 1910.

Catedral da Sé de Lisboa - o que  fazer em Lisboa
Catedral da Sé de Lisboa - o que  fazer em Lisboa


Abriga um museu com os tesouros da Sé (com relíquias de São Vicente, além de pratas, joias, trajes litúrgicos e outros objetos de grande valor), claustro e três órgãos que ainda funcionam.

Funciona:
Catedral : de segunda a sábado - das 9 às 19 horas | Domingo - das 9 às 20 horas
Claustro: De outubro a maio - das 10 às 18 horas | De junho a setembro - das 10 às 19 horas
Museu: de segunda a sábado - das 10 ás 17 horas
Endereço: Largo da Sé, 1100
Valor: Igreja: gratuita | Claustro: 2,50 euros | Museu: 2,50 euros

12 - Ponte 25 de Abril
Ponte sobre o Rio Tejo construída em 1966 com 2,278 metros de comprimento. É a 33ª maior ponte suspensa do mundo (quando foi inaugurada, era 5ª maior).

Faz a ligação entre Lisboa e Almada, onde fica o Santuário do Cristo Rei. É nela que acontece a meia maratona de Lisboa em março.

Ponte 25 de Abril - o que  fazer em Lisboa
Ponte 25 de Abril - o que  fazer em Lisboa


Funciona: todos os dias
Endereço: Ponte 25 de Abril
Valor: gratuita

13 - Parque Eduardo VII de Inglaterra
Foi inaugurado em 1949 e é o maior parque do centro de Lisboa com 25 hectares. Conta com cascata, palmeiras, estufa, riacho, parque para crianças, piscina e uma faixa central coberta de relva.

Parque Eduardo VII - o que  fazer em Lisboa
Parque Eduardo VII - o que  fazer em Lisboa

Piscina no Parque Eduardo VII - o que  fazer em Lisboa
Piscina no Parque Eduardo VII - o que  fazer em Lisboa


Tem ainda um miradouro monumental, dois obeliscos e o Monumento 25 de abril em referência à Revolução Portuguesa de 1974.

Monumentos do Parque Eduardo VII - o que  fazer em Lisboa
Monumentos do Parque Eduardo VII - o que  fazer em Lisboa

Mirante do Parque Eduardo VII - o que  fazer em Lisboa
Mirante do Parque Eduardo VII - o que  fazer em Lisboa

Funciona: todos os dias
Endereço: Rua do Vale - Parque Eduardo VII
Valor: gratuito

14 - Café A Brasileira
Também conhecido como Brasileira do Chiado, é um famoso Café de Lisboa fundado em 1905. Foi criado pelo português Adriano Teles que morou no Brasil, em Minas Gerais, e enriqueceu com a produção de café no século XIX. De volta a Portugal, criou um ponto de venda do produto que importava do Brasil.

Café a Brasileira - o que  fazer em Lisboa
Café a Brasileira - o que  fazer em Lisboa


O café, então, se transformou em um dos mais frequentados, inclusive, por artistas, pintores e escritores.

Fernando Pessoa era um dos mais assíduos. Tem até uma estátua dele de bronze sentado à mesa em frente ao estabelecimento.

Estátua de Fernando Pessoa em frente ao Café a Brasileira - o que  fazer em Lisboa
Estátua de Fernando Pessoa em frente ao Café a Brasileira - o que  fazer em Lisboa

O espaço também também se transformou em uma espécie de museu com exposições de pinturas. Muitos o consideravam o primeiro museu de arte moderna de Lisboa. Hote, há 11 quadros. Os demais foram espalhados para outros espaços de arte da cidade.

Funciona: todos os dias - das 8 às 2 horas da manhã
Endereço: Rua Garret, 122
Valor: gratuito

15 - Miradouro de Santa Luzia
Mais um mirante de Lisboa (chamada de cidade das 7 colinas). O Miradouro está localizado perto do Castelo de São Jorge e ao lado da igreja de Santa Luzia e São Brás.

Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa
Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa

Detalhe do Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa
Detalhe do Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa

Igreja de Santa Luzia no Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa
Igreja de Santa Luzia no Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa


Ele é decorado com os tradicionais azulejos azuis portugueses e, lá do alto, dá para ver o bairro Almafa e o rio Tejo.

Também é possível ver a cúpula da igreja de Santa Engrácia, a igreja de Santo estevão e a torre da igreja de São Miguel.

Azulejos no Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa
Azulejos no Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa

Modelando no Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa
Modelando no Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa


O Miradouro tem dois espaços (um mais acima do que o outro): em um deles tem uma piscina e no outro, um café.

É um lugar muito gostoso e a gente chegou lá no famoso Bondinho 28.

Espaço ao redor do Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa
Espaço ao redor do Miradouro de Santa Luzia - o que  fazer em Lisboa


Funciona: todos os dias
Endereço: Largo Santa Luzia
Valor: gratuito

16 - Centro Cultural de Belém
Criado em 1992 para ser a sede da Presidência Portuguesa da Comunidade Europeia. Desde 1993, funciona como centro cultural com uma programação voltada para música, teatro, cinema, dança e fotografia.

Centro Cultural de Belém - o que  fazer em Lisboa
Centro Cultural de Belém - o que  fazer em Lisboa

Funciona: de segunda a sexta - das 8 às 20 horas | sábado, domingo e feriado - das 10 às 18 horas
Endereço: Praça do Império


17 - Mercado da Ribeira / TimeOut Market
Criado em 1600 e após passar por várias intervenções por conta de terremoto e incêndio, é um mercado montado no cais Sodré em uma área coberta de 10 mil metros quadrados.

Mercado da Ribeira- o que  fazer em Lisboa
Mercado da Ribeira- o que  fazer em Lisboa

TimeOut Market - o que  fazer em Lisboa
TimeOut Market - o que  fazer em Lisboa

Tem lojas com venda de produtos alimentícios, artesanato, souvenires e outros itens.

Além disso, o espaço, também chamado de TimeOut Market conta com cerca de 30 restaurantes, bares, lanchonetes e espaços para apresentações culturais.

Funciona: de domingo a quarta - das 10 às 00 hora | de quinta a sábado - das 10 às 2 horas
Endereço: avenida 24 de julho, s/n
Valor: gratuito

18 - Praça da Figueira
Localizada na Baixa de Lisboa, é uma das praças centrais de Lisboa de onde partem alguns bondinhos elétricos. Antes do terremoto de 1755, abrigava o Hospital de Todos dos Santos, o mais importante dos séculos 16 a 18.

Tem ainda uma estátua de Dom João I sobre seu cavalo feita em bronze.

Praça da Figueira - o que  fazer em Lisboa
Praça da Figueira - o que  fazer em Lisboa


O espaço também já funcionou como mercado central. Ainda hoje, sedia o mercado da Baixa no último final de semana do mês (entre quinta e domingo).

Funciona: todos os dias
Endereço: Praça da Figueira
Valor: gratuito

19 - Santuário Nacional de Cristo Rei
Dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, o Santuário é uma das mais altas construção de Portugal com 110 metros de altura.

Lá do alto, tem-se umas das vistas mais bonitas de Lisboa.

Santuário do Cristo Rei - o que  fazer em Lisboa
Santuário do Cristo Rei - o que  fazer em Lisboa

Interior do Santuário do Cristo Rei - o que  fazer em Lisboa
Interior do Santuário do Cristo Rei - o que  fazer em Lisboa

Lisboa vista do alto do mirante do Santuário do Cristo Rei - o que  fazer em Lisboa
Lisboa vista do alto do mirante do Santuário do Cristo Rei - o que  fazer em Lisboa


Ele foi inaugurado em 1959 e tem um pórtico com o Cristo de 28 metros de altura. De braços abertos, a obra foi inspirada na estátua do Rio de Janeiro.

Santuário do Cristo Rei - o que  fazer em Lisboa
Santuário do Cristo Rei - o que  fazer em Lisboa


No Santuário, além do Cristo é possível visitar um mirante, a via sacra com as 14 estações, capelas e uma sala sobre o papa Beato João XXIII.

Praça do Santuário do Cristo Rei - o que  fazer em Lisboa
Praça do Santuário do Cristo Rei - o que  fazer em Lisboa


Funciona: todos os dias
De setembro a junho - das 9:30 às 18 horas
De novembro a março - das 9:30 às 19 horas
Endereço: Almada
Valor: gratuito - (5 euros para subir no mirante do Cristo)

20 - Aquedutos das Águas Livres
Sistema de captação e distribuição de água (tipo Arcos da Lapa do Rio de Janeiro) erguido por D. João V no século XVIII, entre 1731 e 1799.

Foi construído em cantaria sobre o vale Alcântara com 941 metros de extensão e 34 arcos. Um deles, é o maior arco em em pedra ogiva do mundo com  65,29 metros de altura. Desde 1910, é declarado Monumento Nacional.

Funciona: todos os dias
Endereço: Calçada da Quintinha, 6
Valor: gratuito

21 - Museu Coleção Berardo
Museu inaugurado em 2007 com obras de artes modernas e contemporâneas de Portugal e de outros países.

O acervo está dividido em dois pisos com coleções dos séculos XX e atualidade. Tem Picasso, Dalí, Francis Bacon e outros, totalizando cerca de 70 tendências e mais de 900 obras.

Funciona: todos os dias - das 10 às 19 horas
Endereço: Praça do Império
Valor: 5 euros (idosos pagam metade). Sábado: gratuito

22 - Igreja de São Roque
Igreja Católica do final do século XVI construída onde antes existia uma antiga ermida manuelina. O prédio foi um dos poucos que sobreviveu ao terremoto de 1755.

Ao lado dela fica o Museu de Artes Sacras São Roque. Dentro, destacam-se painéis azulejares portuguesas de Francisco de Matos; altares das Relíquias; capela-mor com iconografia da Companhia de Jesus, que era a responsável pala igreja; órgão de tubo de 1784; entre outros.

Atualmente, a Santa Casa da Misericórdia expões os bens da igreja no Museu.

Funciona: visitas guiadas na igreja + museu
Português: quinta (10 horas), sábado (16:30 horas) e domingo (10 e 11:30 horas)
Endereço: Largo Trindade Coelho
Valor: 2,5 euros

23 - Basílica da Estrela
A igreja, em estilo barro e neoclássico, foi inaugurada em 1790 a pedido de Dona Maria I e Dom Pedro III. Eles fizeram votos de que ergueriam um templo católico se tivesses um filho para herdar o trono. O filho D. José, porém, morreu de varíola dois anos antes da conclusão das obras.

A basílica, que guarda o túmulo de D. Maria, foi a primeira no mundo a ser dedicada ao Sagrado Coração de Jesus. 114 degraus levam o visitante à cúpula de onde dá para ver alguns pontos da cidade.

Funciona: todos os dias | Cúpula: de terça a domingo - das 10 às 18:30 horas
Endereço: Praça da Estrela
Valor: gratuita (para subir a cúpula: 4 euros)

24 - Igreja e Mosteiro de São Vicente de Fora
Foi fundado em 1147 em homenagem ao padroeiro da cidade, São Vicente. Em seu interior estão azulejos barrocos. Do terraço, dá para ver um pedaço da cidade. No mosteiro, dá para ver a cisterna, claustro, museu de arte sacra, panteão e sacristia.

Funciona:
Mosteiro - todos os dias. Visitas guiadas: de terça a sábado - das 10 às 18 horas
Museu - de terça a domingo - das 10 às 18 horas
Endereço: Largo de São Vicente
Valor:
Igreja: gratuito
Museu: 5 euros (idosos pegam metade)
Visita guiada: 6 euros

25 - Ascensor da Glória
Faz o percurso de 200 metros entre a Praça Restauradores e o bairro Alto (miradouro de São Pedro de Alcântara), sendo o mais usado pelos turistas.

É o segundo ascensor implantado na cidade, no ano de 1885. Em 2002, também passou a integrar a lista de Monumentos Nacionais de Portugal.

Funciona: de segunda a quinta - das 7:15 às 23:55 hora | Sexta - das 7:15 às 00:25 horas | Sábado - das 8:45 às 00:25 horas | Domingo e feriado - das 9:15 às 23:55 horas
Endereço: Praça Restauradores
Valor: 3,70 (duas viagens)

26 - Feira da Ladra
Famosa feira de produtos usados de Lisboa. Embora já existisse antes, foi em 1882 que ela foi transferida para o endereço atual, sendo a feira mais antiga da cidade. Além de objetos usados e novos, conta com antiguidades, artesanato e outros produtos típicos.

Funciona: de terça a sábado - das 10 até às 14 ou 16 horas
Endereço: Campo de Santa Clara
Valor: gratuito

27 - Miradouro de Santa Catarina
Miradouro localizado em uma das sete colinas de Lisboa com uma das visões mais bonitas da cidade e do rio Tejo. Foi inaugurado em 1883 e conta com área verde. Por perto também tem lanchonete.

Funciona: todos os dias
Endereço: Rua de Santa Catalina, s/n
Valor: gratuito

28 - Torre Vasco da Gama
Possui 144 metros e 22 andares. Foi inaugurado em 1998 com vista para o rio Tejo e é o maior prédio de Portugal.

Desde 2012, funciona como hotel de luxo. Sua estrutura tem o formato de uma vela em perfil, fazendo referência aos navios portugueses da época dos descobrimentos.

Funciona: todos os dias
Endereço: Parque das Nações

29 - Museu do Fado
Fundado em 1998, o museu conta a história do fado, música tradicional de Portugal, e de seus principais cantores. Conta com instrumentos musicais, partituras, discos, documentos e outros objetos.

Também abriga uma escoa de música que ensina a tocar guitarra portuguesa e viola de fado. Sedia ainda exposições temporárias, seminários e outras apresentações.

O museu está instalado em uma prédio histórico, datado de 1868, no século XIX.

Funciona: de terça a domingo - das 10 às 18 horas
Endereço: Largo do Chafariz de Dentro, 1
Valor: 5 euros (idosos pagam 4,30 euros)

30 - Museu Nacional de Arte Antiga
Inaugurado em 1884, é "apenas" o museu de arte dos séculos XII a XIX mais importante de Portugal.

Está instalado em um palácio do século XVII e seu acervo é composto por mais de 40 mil itens, entre esculturas, pinturas, desenhos, cerâmicas, joias, tapetes, bordados, móveis e outras peças de várias partes do mundo.

Possui a maior coleção de pintura portuguesa com destaque para os temas religiosos.

Funciona: de terça a domingo - das 10 às 18 horas
Endereço: Rua das Janelas Verdes
Valor: 6 euros (idosos pagam metade)

31 - Jardim Zoológico de Lisboa
Inaugurado em 1884, reúne cerca de dois mil animais de 332 espécies de todo o mundo entre mamíferos, aves, repteis e anfíbios.

Tem ainda show com golfinhos, apresentações de aves em voo livres, pelicanos, macacos, gorilas, tigres, lince, rã, piranha, águia, arara, canguru, panda, rinoceronte, tatu, urso, zebra e vários outros.

Para completar, dá para passear no teleférico e no trenzinho e até deixar o animal de estimação no Pet Hotel.

Funciona:
De 21 de março a 20 de setembro - das 10 às 20 horas
De 21 de setembro a 20 de março - das 10 às 18 horas
Endereço: Praça Marechal Humberto Delgado
Valor: 22 euros (idosos pagam 16 euros)

32 - Ascensor da Bica
Mais um ascensor que faz parte do Monumento Nacional desde 2002. Foi inaugurado em 1892 e faz a ligação entre a rua São Paulo e Largo do Calhariz, através da Rua da Bica de Duarte Belo.

Funciona: de segunda a sexta - das 7 às 21  horas | Sábado, domingo e feriado - das 9 às 21 horas
Endereço: Rua de São Paulo
Valor: 3,70 (duas viagens)

33 - Ascensor do Lavra
Ascensor mais antigo de Lisboa, inaugurado em 1884. Faz a ligação entre o Largo da Anunciação e a rua da Câmara Pestana em um trajeto de 188 metros, considerado o mais pitoresco da cidade.

Em 2002, foi declarado Monumento Nacional.

Funciona: de segunda a sexta - das 7:50 às 19:55 hora | Sábado, domingo e feriado - das 9 às 19:55 horas
Endereço: Calçada do Lavra
Valor: 3,70 (duas viagens)

34 - Palácio Nacional da Ajuda
Antigo Palácio real construído em 1794, hoje funciona como museu, biblioteca Nacional da Ajuda, Ministério da Cultura e Galeria de Pintura do rei D. Luís. Abriga uma vasta coleção de pinturas, esculturas, cerâmicas, joias, mobiliário, vestuário e outros.

O local abrigou a família real portuguesa entre 1861 e 1910, quando terminou a monarquia.

Funciona: de quinta a terça - das 10 às 18 horas
Endereço: Largo Ajuda
Valor: 5 euros | Idosos pagam metade.

35 - Miradouro da Senhora do Monte
Está localizado no adro da Capela de Nossa Senhora dos Montes, antiga ermida fundada em 1147, no ponto mais alto do bairro da Graça. De lá, é possível ver uma boa parte da cidade, como o Castelo de São Jorge e o estuário do Tejo.

Funciona: todos os dias
Endereço: Largo Monte
Valor: gratuito

36 - Casa de Fernando Pessoa
Espaço Cultural (ou Casa da Poesia como é chamado) criado em 1993 no prédio onde morou o poeta português Fernando Pessoa entre 1920 e 1935, últimos anos de sua vida.

Abriga móveis e objetos pessoais do poeta. Também sedia exposições, encontros de poetas, sessões de leituras, atividades culturais e outros eventos relacionados à área. Tem ainda uma biblioteca especializada em poesia mundial.

Funciona: visitas guiadas
De Setembro a Junho - segunda, quinta e sábado - às 15 horas (português) | Segunda, sexta e sábado - às 11:30 horas (inglês)
De Julho a agosto - segunda a sábado - às 15 horas (português) | Segunda a sábado - às 11:30 horas (inglês)
Endereço: Rua Coelho da Rocha, 16
Valor: 4 euros

37 - Panteão Nacional - Igreja de Santa Engrácia
Inaugurado em 1966 (após quase 300 anos do início de sua construção), o Panteão Nacional Igreja de Santa Engrácia, abriga túmulos de cidadãos portugueses que se distinguiram por serviços prestados ao país em diversas áreas.

Também faz homenagem a personalidades como Pedro Álvares Cabral, Vasco da Gama e Luis de Camões. Embora seja uma igreja, jamais funcionou com cultos religiosos.

Funciona: de terça a domingo
De outubro a abril - das 10 às 17 horas |
De maio a setembro - das 10 às 19 horas- das 10 às 18 horas
Endereço: Igreja de Santa Engrácia - Campo de Santa Clara
Valor: 3 euros

38 - Jardim de São Pedro de Alcântara
Foi construído em 1864 em uma área de 0,6 hectares. Conta com lago, miradouro (acessado pelo ascensor da Glória), de onde a vista de Lisboa é muito bonita, e um mapa de azulejos que retratam os principais pontos turísticos da cidade.

Funciona: todos os dias
Endereço: Rua de São Pedro de Alcântara
Valor: gratuito

39 - Museu Nacional dos Coches 
Criado em 1905, o museu reúne uma das maiores coleções do mundo de coches e carruagens do século XVI ao XIX. São mais de nove mil objetos, entre eles, viaturas de gala, acessórios de cavalaria, coches de passeios, liteiras, entre outros.

Funciona: de terça a domingo - das 10 às 18 horas
Endereço: Avenida Índia, 136
Valor: 8 euros

40 - Museu Calouste de Gulbenkian
Museu fundado em 1969 que abriga mais de mil obras de arte moderna e antiga. São joias, moedas helênicas, porcelanas, esculturas, entre outros. Funciona na Fundação Calouste de Gulbenkian.

Funciona: de quarta a segunda - das 10 às 18 horas
Endereço: Avenida Berna, 45
Valor: 14 euros | Gratuito aos domingos a partir das 14 horas | Idosos e menores de 24 anos pagam metade

41 - Ponte Vasco da Gama 
Tem 12.345 quilômetros de comprimento sobre o Rio Tejo, sendo a segunda maior ponte da Europa e a sexta mais extensa do mundo. Liga Montijo e Alcochete (onde está o outlet Freeport) a Lisboa e Sacavém.

Inaugurada em 1998 em uma homenagem aos 500 anos da chegada de Vasco da Gama à Índia, foi uma opção para desafogar o trânsito da Ponte 25 de abril.

Funciona: todos os dias
Endereço: Ponte Vasco da Gama
Valor: gratuita

42 - Convento do Carmo
Foi fundado em 1389 pelos carmelitas da Antiga Observância e já foi a principal igreja gótica de Lisboa. Em 1755, um terremoto destruiu a construção que não foi reconstruída. Atualmente só restam as ruínas que estão ocupadas pelo Museu Arqueológico do Carmo.

Funciona:
De Outubro a abril - das 10 às 18 horas
De Maio a setembro - das 10 às 19 horas
Endereço: Largo do Carmo
Valor: 5 euros

43 - Museu Arqueológico do Carmo
Fundado em 1864, o museu está instalado nas antigas ruínas da igreja do Carmo (Convento do Carmo).

Abriga acervo com peças do paleolítico e do neolítico português datadas de até 3500 antes de Cristo. Também reúne objetos do antigo convento. Tem ainda túmulos góticos, estátuas de reis, peças romanas, múmias peruanas, entre outros.

Funciona: de segunda a sábado
De Outubro a abril - das 10 às 18 horas
De Maio a setembro - das 10 às 19 horas
Endereço: Convento do Carmo - Largo do Carmo
Valor: 5 euros

44 - Avenida da Liberdade
Inaugurada em 1879, é uma das principais avenidas de Lisboa com 1,1 quilômetros. Ela liga a Praça dos Restauradores à Praça do Marques de Pombal. É o local onde acontecem os festejos tradicionais da festa de São Antônio de Lisboa em junho.

Inspirada na famosa avenida Champs-Elyssées de Paris, reúne as mais chiques e famosas lojas de grife, como Prada, Gucci, Louis Vuitton, Armani e outras. Também conta com restaurantes e bares com várias opções de comida e lanche, além estátuas de escritores portugueses e fontes.

Funciona: todos os dias
Endereço: Avenida Liberdade
Valor: gratuito

45 - Freeport Lisboa Fashion Outlet
Distante 30 minutos do centro de Lisboa, é o maior outlet da Europa com mais de 150 lojas de dezenas de marcas famosas. Adidas, Calvin Klein, Nike, Armani, Gucci, Lacoste, Diesel e várias outras. Foi inaugurado em 2004 e também tem vários restaurantes, bares e área infantil.

Funciona: domingo a quinta - das 10 às 22 horas | sexa, sábado e véspera de feriado - das 10 às 23 horas
Endereço: Avenida Euro, 2004 - Alcochete
Valor: gratuito

46 - Miradouro Sophia de Mello Breyner Andersen
Em homenagem à uma das maiores poetisas de Portugal, o Miradouro tem um busto de Bronze de Sophia com uma poesia dela gravada. Está localizado no antigo adro do Convento da Igreja da Graça.

Funciona: todos os dias
Endereço: Calçada da graça
Valor: gratuito

47 - Miradouro das Portas do Sol
Está pertinho da Igreja da Sé. Tem uma vista linda para o Rio Tejo, além de ser possível ver as igrejas de Santo Estevão, São Miguel e São Vicente de Fora.

Funciona: todos os dias
Endereço: Largo da Porta do Sol
Valor: gratuito

48 - Oceanário de Lisboa / Sea Life
Inaugurado em 1998, é o segundo maior aquário da Península Ibérica (Portugal, Espanha, Gibraltar, Andorra e pedaço da França) com 20 mil metros quadrados. Abriga cerca de oito mil exemplares de 500 espécies de peixes e outros animais marinhos, além de plantas de plantas, aves, mamíferos e anfíbios.

Ao todo, são 30 tanques e 7,5 milhões de litros de água. O maior é o Oceano Global com 5 milhões de litros.

Funciona: todos os dias
De abril a outubro - das 10 às 20 horas
De novembro a março - das 10 às 19 horas
Endereço: esplanada Dom Carlos I
Valor: 17,10 euros (idosos e crianças entre 4 e 12 anos pagam 11,50 euros)

49 - Lisboa Story Center
Inaugurado em 2012, é um museu interativo. Conta a história de Lisboa desde sua fundação, passando por fatos como o terremoto de 1755 que destruiu boa parte da cidade. A visita dura em torno de uma hora.

Funciona: todos os dias - das 10 às 20 horas
Endereço: Praça do Comércio, 78-81
Valor: 7 euros

50 - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia de Lisboa (MAAT)
Museu de arte contemporânea inaugurado em 2016. Com um designer moderno e até futurista, o museu faz parte da Fundação de Energias de Portugal (EDP) e está localizado na região de Belém. Abriga uma coleção de mais de 250 artistas portugueses.

Funciona: de quarta a segunda - das 11 às 19 horas
Endereço: Avenida Brasília, 1300 - Belém
Valor: 9 euros (entrada central + MAAT) | Idosos pagam metade


| Você também poderá se interessar por outros posts sobre o Portugal:

- Dicas de hotéis em Lisboa.
- Dirigir em Portugal: guia completo para viajar de carro em Portugal.
- Diário de Bordo: 4 dias em Madrid e Toledo, Espanha.
- O que fazer em Mdrid: 53 atrações
- O que fazer em Toledo: 36 atrativos.
Roteiro Madrid: quanto custa viajar para Madri, incluindo bate e volta para Toledo.



VAI VIAJAR? Confira os serviços que vão facilitar sua viagem
➤ Reserve sua hospedagem em todo o mundo no BOOKING.COM ou no HOTEIS.COM
Compre suas passagens na VIAJANET ou na KLM
Compre pacotes de viagem com os melhores preços na VIAJANET ou na CVC
Compre ingressos sem filas para atrações, passeios e serviços em todo o mundo na GET YOUR GUIDE
Faça seu seguro viagem com até 10% de desconto com a SEGUROS PROMO
Compre seu chip de celular e internet para usar em 210 países com a EASYSIM4U
Nenhum comentário:
Postar um comentário

Topo da página