16 de julho de 2018
Textual description of firstImageUrl

London Pass: vale a pena comprar? Como usar

London Pass: vale a pena comprar? Como usar

London Pass: vale a pena comprar? Como usar

Por Daniela Almeida

Você organiza uma viagem para Londres, escolhe quantos dias quer ficar na cidade e monta o roteiro com as atrações e os lugares que quer visitar.

Receba nossas atualizações

(Não se esqueça que é preciso confirmar a inscrição para receber nossos e-mails)

Aí começa a fazer o orçamento. Verifica os valores dos ingressos, das comidas e do transporte e se lembra que tudo é pago em Libras. Daí você vai verificar a cotação da moeda londrina e quase cai para trás (kk).


Não é fácil. Nós também nos deparamos com estas perguntas quando estivemos na cidade pela primeira vez em abril de 2018. Ficamos tão apreensivas, afinal, a libra estava custando 4,75 na época, que procuramos por uma solução que não prejudicasse nossa viagem e nem que acabasse com todas as nossas economias em alguns dias.

E sabe como foi que nós resolvemos essa situação? Nós vamos te contar agora.

 Saiba mais sobre nossos 5 dias em Londres
13 de julho de 2018
Textual description of firstImageUrl

Vinícolas do Rio Grande do Sul: Miolo e Masotti

Vinícolas do Rio Grande do Sul: Miolo e Masotti

Vinícolas do Rio Grande do Sul: Vinícolas Miolo e Masotti , em Bento Gonçalves e Gramado

Por Daniela Almeida

Quem vai para o Rio Grande do Sul, já viaja pensando nos vários tours até as famosas vinícolas da serra gaúcha. Para experimentar vinhos, espumantes e sucos de uva ou apenas para conhecer os locais, onde as uvas são cultivadas e onde as bebidas são produzidas.

Receba nossas atualizações

(Não se esqueça que é preciso confirmar a inscrição para receber nossos e-mails)

Para atender a este público, o estado sedia uma infinidade de empresas, que vão das pequenas produtoras familiares até as grandes, que exportam o produto para outros países do mundo.

Somente no Vale dos Vinhedos (Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul), são cerca de 30 vinícolas. Boa parte dela faz parte da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), responsável pela produção de 10 a 12 milhões de garrafas por ano.
11 de julho de 2018
Textual description of firstImageUrl

Brasileiros vão precisar de autorização para viajar para Europa

Paris, França - Brasileiros vão precisar de autorização para viajar para Europa

Brasileiros vão precisar de autorização para viajar para Europa

Por Daniela Almeida

A partir de 2021, brasileiros que viajarem para alguns países da Europa vão precisar tirar um visto eletrônico antes de embarcar.

Receba nossas atualizações

(Não se esqueça que é preciso confirmar a inscrição para receber nossos e-mails)

O documento, que terá validade de três anos, deverá ser solicitado pela internet e custará 7 Euros. Idosos acima de 70 anos e menores de 18 não precisarão pagar a taxa.
9 de julho de 2018
Textual description of firstImageUrl

Keukenhof: como visitar o parque das Tulipas

Keukenhof: como visitar o parque das Tulipas

Keukenhof: como visitar o parque das Tulipas na Holanda

Por Daniela Almeida

Flores, flores e mais flores. A primavera é o período mais colorido da Holanda. As cidades ficam mais bonitas, charmosas e perfumadas. E as paisagens ganham um toque especial com suas molduras naturais. 

Receba nossas atualizações

(Não se esqueça que é preciso confirmar a inscrição para receber nossos e-mails)

6 de julho de 2018
Textual description of firstImageUrl

Dicas de Buenos Aires: Post índice

Dicas de Buenos Aires (Argentina): Post índice

Dicas de Buenos Aires: Post índice

Por Daniela Almeida

Estivemos, pela primeira vez, em Buenos Aires em novembro de 2016. A cidade, que é capital da Argentina, é linda e nos surpreendeu positivamente. São muitos parques, museus, livrarias, jardins, ruas floridas e patrimônios históricos que, hoje, fazem parte de nossas lembranças.

Receba nossas atualizações

(Não se esqueça que é preciso confirmar a inscrição para receber nossos e-mails)
E para contar tudo que vimos por lá, fizemos dezenas de posts com dicas e experiências que vão ajudar na hora da organização de sua viagem.

Eles estão listados na página sobre a Argentina e também neste post índice para facilitar a sua busca sobre tudo que já publicamos. Novas atualizações serão incorporadas quando produzirmos mais informações. Fique ligado para não perder nenhuma novidade.

Aproveite para ler também:

Obelisco - Dicas de Buenos Aires (Argentina): Post índice
Obelisco - Dicas de Buenos Aires (Argentina): Post índice

2 de julho de 2018
Textual description of firstImageUrl

Como usar o Oyster Card em Londres

Como usar o Oyster Card em Londres

Como usar o Oyster Card em Londres - Inglaterra

Por Daniela Almeida

Em nossa primeira vez em Londres, preferimos usar o transporte público para nos locomover entre os principais atrativos da cidade. Por ser mais barato e mais prático.

Receba nossas atualizações

(Não se esqueça que é preciso confirmar a inscrição para receber nossos e-mails)
Durante cinco dias, usamos apenas o metrô e chegamos a todos os lugares que queríamos. Londres conta com uma ampla rede metroviária que te leva para qualquer ponto.

Detalhe: o único inconveniente são as milhares de escadas nas estações que assombraram mamis kkk.

Mapa do metrô de Londres
Mapa do metrô de Londres


E para economizarmos, nós utilizamos o Oyster Card que é um cartão magnético inteligente que você recarrega com o valor que quiser e vai usando nos dias em que ficar na cidade.

E hoje vamos te ensinar como comprar e como usar o Oyster Card.

Aproveite para ler outros posts sobre esta viagem:

O que é e como funciona o Oyster Card

Como disse, o Oyster Card é um bilhete eletrônico para ser usado no transporte público londrino. São dois tipos: o Oyster Card comum e o Visitor Oyster Card.

Nós usamos os dois e, basicamente, eles funcionam do mesmo jeito. Você compra o cartão e carrega com o valor desejado, que é debitado a medida que for utilizando o transporte, seja ele metrô, ônibus, DLR ou trens (Overground).

A diferença é que o cartão comum você compra em qualquer estação em Londres e o Visitor Oyster Card, apenas on-line, no site da VisitBritain. Neste caso, você recebe em casa pelo serviço de entrega expresso para envio internacionais (DHL).

O Visitor também te dá descontos em algumas atrações, lojas e restaurantes da cidade. Na loja M&M, por exemplo, são 15%. Bom demais, né!!!

Visitor Oyster Card - Como usar o Oyster Card em Londres
Visitor Oyster Card - Como usar em Londres


Outra diferença entre eles é que, no comum, você pode receber de volta o dinheiro da compra do cartão. O Visitor não permite essa devolução.

Seguro Viagem com 10% de desconto 

Vai viajar? Não importa se vai ficar no Brasil ou vai para o exterior. O Seguro Viagem é um item muito importante e até obrigatório, no caso da viagem ser para Europa. Faça sua cotação e escolha a seguradora que melhor se adéqua ao seu perfil. Na Seguros Promo, leitor do D&D tem 10% de desconto: 5% na contratação com o cupom DEDMUNDOAFORA5 + 5% pagando no boleto. Se preferir, ainda pode pagar em até 12x no cartão de crédito.


Qual dos dois escolho? Se você quiser chegar em Londres já com o cartão em mãos, evitando procurar pelas máquinas ou sem precisar pegar filas, vale a pena comprar o Visitor Oyster Card. Mas lembre-se que será necessário pagar as despesas do envio e comprar com antecedência para dar tempo de chegar antes da viagem.

➽ No mais, os dois funcionam da mesma forma:

➥ É preciso comprar o cartão que custa 5 Libras e carregar com o valor desejado (no Visitor ele já vem com o montante escolhido previamente). Fica mais barato do que comprar o bilhete de papel, individualmente;

➥ o valor da recarga é debitado conforme o transporte é utilizado, de acordo com a zona acessada e o horário de uso. Quanto mais longe, maior é o valor. O mesmo vale para o horário de pico (peak) que custa mais caro. Somente nos ônibus, a tarifa é a mesma, independente da distância e da hora (1,50 Libra);

➥ o cartão conta com um teto diário (caping) de acordo com a zona. Quando o gasto atinge esse limite, não é descontado mais nada e você ainda pode continuar usando naquele dia quantas vezes precisar;

 quando acabarem os créditos, basta ir a qualquer máquina nas estações ou nos guichês da Transport for London e recarregar;

➥ os créditos que sobrarem podem ser usados depois, pois não expiram;

➥ caso queira, você pode receber de volta o valor que sobrar (no máximo até 10 Libras) mais o usado na compra do cartão (5 libras). Isso é feito nas máquinas disponíveis nas estações. É muito simples. Lembre-se que no caso do Visitor Oyster Card não é possível receber as 5 Libras de volta.

Obs.: os valores deste post são os cobrados na data de nossa viagem em abril de 2018. Antes de ir, pesquise por atualizações. 

Quanto de crédito devo colocar no Oyster

Quantas Libras devo colocar no cartão? Bem, essa é a dúvida mais comum e foi a nossa também. Aliás, nós calculamos mal e tivemos que recarregar no meio da viagem. Por isso, preste atenção para não errar. Mas, se errar, não tem problema. Faz parte. E não foi nada complicado recarregar kk.

A quantidade de créditos vai depender de quantos dias você vai ficar na cidade e quais zonas vai percorrer. A cidade é dividida em nove zonas e, quanto mais distante do centro, maior é o valor do passe.

Basicamente, os principais pontos turísticos ficam nas zonas 1 e 2. O aeroporto de Heathrow fica na zona 6. A Warner Bros fica em uma zona especial. Já o aeroporto de Gatwick fica mais longe e o valor é cobrado separado. 

Nesse site você consegue calcular o valor da passagem para qualquer lugar. Nós fizemos uma simulação saindo da estação Victoria Underground Station, que ficava perto de onde estávamos hospedadas, até o aeroporto de Gatwick e cada trecho ficou por 17 Libras no horário de pico e 10,60 libras, nos outros horários.

Troque sua moeda estrangeira e receba o dinheiro em casa 

Aproveite para trocar sua moeda estrangeira sem sair de casa. Na Cotação, você conta com diversas opções de moeda, compra on-line e ainda recebe o dinheiro em casa ou retira em uma das lojas espalhadas pelo Brasil.


Sabendo dessa divisão de zonas, basta verificar quanto custa percorrer cada uma delas. Na tabela abaixo tem os valores individuais e o teto diário para cada área. Lembrando que estes são os preços cobrados no horário de pico, que são maiores:

Valores do bilhete de transporte em Londres
Valores do bilhete de transporte em Londres - como usar o Oyster Card


Deu para entender? Se você comprar apenas o bilhete unitário para as zonas 1-2, vai pagar 2,90 Libras. Se usar Oyster Card, poderá circular nesta área quantas vezes quiser, durante o dia todo, e será descontado somente 6,80 Libras. Ou seja, se precisar usar o transporte muitas vezes no dia, vai conseguir economizar umas boas Libras comprando o Oyster. 

A partir desta tabela, você consegue calcular quanto será necessário diariamente. Verifique quais zonas irá percorrer e multiplique o valor do limite diário pelo tanto de dias que ficará na cidade.

Por exemplo:
Se você for circular apenas nas zonas 1 e 2, o valor base para o cálculo será 6,80 Libras. Esse será o máximo que pagará por dia.

1 dia - 6,80 Libras
2 dias - 13,60 Libras (6,80 x 2 dias)
3 dias - 20,40 Libras (6,80 x 3 dias)
4 dias - 27,20 Libras (6,80 x 4 dias)
5 dias - 34 Libras (6,80 x 5 dias)

Se em algum dia precisar ir para outras zonas, basta adicionar o valor correspondente à área. 

Por exemplo:
Se você circular por dois dias até a zona 2 e um dia precisar ir até a zona 6, que é onde fica o aeroporto de Heathrow, você vai precisar carregar seu Oyster com 18,70 Libras: 13,60 Libras (2 dias: zonas 1-2) + 5,10 Libras (bilhete unitário nas zonas 1-6). 

Internet ilimitada em mais de 140 países

Viaje para mais de 140 países com plano de dados ilimitados da EasySim4u. Com o chip, você já chega no destino conectado, mantém seu número de WhatsApp e pode acessar a internet e suas redes sociais tranquilamente durante o período de sua viagem.

➤ Porém, você só consegue recarregar seu Oyster Card com valores inteiros, múltiplos de 5: 5, 10, 15, 20, 30, 35, 45 e 50 Libras. 

Então, para conseguir circular tranquilamente pelas áreas desejadas, você deve carregar o cartão com:

1 dia - 10 Libras
2 dias - 15 Libras
3 dias - 20 Libras + 5 Libras (não tem disponível a opção 25 libras. Carregue duas vezes)
4 dias - 30 Libras 
5 dias - 35 Libras 

No caso das outras zonas, e só seguir o mesmo pensamento e carregar com o valor inteiro mais próximo da sua necessidade. Se precisar de 18,70 Libras (conforme o exemplo que demos acima), basta colocar 20 Libras.

➤ Lembrando que é preciso acrescentar 5 Libras para a compra do cartão. Esse valor não é debitado do valor das passagens, mas é devolvido ao final (no caso do Visitor Oyster Card, ele não é reembolsado).

Neste site tem um gráfico com todos os valores das passagens de acordo com horário e zona.

Como comprar e carregar o Oyster Card em Londres

Para comprar e carregar é bem simples. Basta ir até a uma das centenas de estações ou aos guichês da Transport for London e procurar pelas máquinas. 

Vai estar tudo escrito em inglês, por isso, siga o passo a passo abaixo e não fique perdido do mesmo jeito que nós ficamos kkk.

➥ Se você ainda não tiver o Oyster Card, clique em Get New Cards.

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres

➥ Marque a quantidade de cartões que quer adquirir.

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres


➥ Escolha o valor que quer colocar em cada cartão. Ainda é possível optar por passes de sete dias ou um mês (o Visitor não conta com esta opção).

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres


➥ Em seguida, faça o pagamento, inserindo na máquina moedas, dinheiro em papel ou cartão de crédito. 


Obs.: note que vai aparecer o valor da compra do cartão (5 Libras) somado ao do crédito que você escolheu.

Ah, percebemos que muitas máquinas só estavam aceitando moedas. Então, preste atenção antes. Em uma das vezes, eu tive que sair da fila e ir até a uma lanchonete da estação para comprar uma banana (isso mesmo kk). Só assim para trocar meu dinheiro por moedas e conseguir recarregar.

Ninguém troca dinheiro para você a troco de nada, viu!!! Gostou do trocadilho??? Vai ter que comprar alguma coisa, nem que seja banana kkk.

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres


➥ Depois de efetuar o pagamento, a máquina emite seu cartão já carregado.

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres


➥ Se você já tiver o Oyster Card, basta aproximar o cartão no leitor amarelo que fica do lado direito.

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres



➥ Em seguida, você deve fazer os mesmos procedimentos anteriores, escolhendo a quantidade de crédito e efetuando o pagamento. A única diferença é que, ao final, não vai sair nenhum cartão.

Como usar o Oyster Card

Usar o Oyster Card é muito simples. Nas estações de metrô, basta encostar o cartão no local indicado nas catracas. O saldo vai aparecer no leitor logo acima e uma seta verde aparece, liberando sua passagem.

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres



Na hora de sair da estação, também é preciso colocar novamente o cartão no leitor da catraca para que seja feito o cálculo de quantas zonas foram percorridas. 

Já nos ônibus, esse procedimento deve ser realizado apenas na entrada porque não é preciso calcular a distância. Não funciona no sistema de zonas.


As melhores hospedagens com os menores preços

Procurando por hotéis, hostels, pousadas ou resorts em Londres? Faça sua pesquisa no Booking e no Hotéis.com. Nos dois buscadores, você encontra as melhores opções, com os menores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.


Como pegar de volta os créditos do Oyster Card

Assim como recarregar seu Osyter, pegar o saldo restante na hora de ir embora também é muito fácil. Basta se dirigir às maquininhas nas estações.

➥ Nas máquinas, aproxime seu cartão do leitor amarelo localizado ao lado direito. Vai aparecer o saldo disponível.

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres


➥ Clique em Pay as you go refund. Você ainda pode selecionar Check journey history para saber todo o histórico de suas viagens.

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres


➥ Na próxima tela, vai aparecer o valor total dos seus créditos restantes mais o valor pago pela compra do cartão. Clique em confirm.

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres


➥ Encoste novamente o cartão no leitor para confirmar a devolução.

Como usar o Oyster Card em Londres
Como usar o Oyster Card em Londres


➥ O dinheiro sai logo em seguida.

Recebendo dinheiro de volta do Oyster - Como usar o Oyster Card em Londres
Recebendo dinheiro de volta do Oyster - Como usar o Oyster Card em Londres

Recebendo dinheiro de volta do Oyster - Como usar o Oyster Card em Londres
Recebendo dinheiro de volta do Oyster - Como usar o Oyster Card em Londres


_________________________________________________________________________________
Encontre aqui seu hotel em Londres. No Booking você sempre tem os melhores hotéis com os melhores preços.





Parceria
O D&D Mundo Afora recebeu da VisitBritain um Visitor Oyster Card para usar em Londres em abril de 2018. Apesar disso, as informações, opiniões e avaliações relatadas em todos os posts sobre a viagem são inteiramente pessoais e refletem as reais experiências vivenciadas pelas integrantes do blog, sejam elas positivas ou negativas.

NOSSOS PARCEIROS EM LONDRES



VAI VIAJAR? Confira os serviços que vão facilitar sua viagem
➤ Reserve seu hotel em todo o mundo no BOOKING.COM ou no HOTEIS.COM
➤ Compre suas passagens na DECOLAR, LATAM, EMIRATES ou na KLM
➤ Compre suas passagens de trem para toda a Europa com a RAILEUROPE
➤ Compre seus pacotes de viagem na DECOLAR ou na CVC 
➤ Troque sua moeda estrangeira na COTAÇÃO
➤ Compre ingressos sem filas para atrações em todo o mundo na TicketBar e na Tiqets
➤ Faça seu seguro viagem com a SEGUROS PROMO
➤ Compre seu chip de celular e internet com a EASYSIM4U
Topo da página