4 de junho de 2018
Textual description of firstImageUrl

Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Diário de Bordo - 3 dias em Paris, França

Por Daniela Almeida

Já contamos em outros posts que estivemos pela primeira vez na Europa e na África em abril de 2018, né!!! Foram 21 dias, visitando Londres, Amsterdam, Paris, Veneza, Florença, Roma e Cairo. Foi bem corrido, mas muito legal.

Aproveite para ler os outros posts e veja como foi maravilhosa esta viagem:

Receba nossas atualizações

(Não se esqueça que é preciso confirmar a inscrição para receber nossos e-mails)
Hoje, estamos publicando o terceiro Diário de Bordo desta viagem. É sobre os nossos três dias na linda cidade luz: Paris!!!

Chegada - 11 de abril - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Nós chegamos em Paris na noite do dia 11 de abril. Assim que desembarcamos do trem da Thalys, pontualmente às 23:11 na estação Paris Nord, fomos recebidas pelo transfer da Telma France Tour, uma empresa criada pela família do baiano Levi, fundador da banda baiana Ásia de Águia, ao lado de Durval Lelis.

É uma empresa que nós recomendamos muito. Além de serviço impecável, eles falam português, o que facilita bem a viagem de quem não fala o idioma.

Telma France Tour - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Levi, um dos donos da Telma France Tour - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Internet ilimitada em mais de 140 países

Viaje para mais de 140 países com plano de dados ilimitados da EasySim4u. Com o chip, você já chega no destino conectado, mantém seu número de WhatsApp e pode acessar a internet e suas redes sociais tranquilamente durante o período de sua viagem.


No caminho para o hotel, o motorista perguntou se já tínhamos estado na cidade e, como nossa resposta foi não, ele fez uma paradinha rápida em frente à Torre Eiffel para que pudéssemos ter o gostinho de vê-la pela primeira vez.

Torre Eiffel à noite - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Vendo a Torre Eiffel pela primeira vez à noite - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Foi emocionante. De perto, ela é mais linda do que imaginávamos. Seu tamanho impressiona!!!

Depois de matar a vontade de ver a torre, chegamos ao nosso hotel - Art Hotel Eiffel -, que é bem pertinho. Uns 10 minutinhos a pé. Ele também fica em frente à estação de metrô La Motte-Picquet Grenelle, sendo muito bem localizado. Nós o recomendamos muito.

O hotel não é grande, mas é limpo, muito charmoso e conta com funcionários muito prestativos, como a recepcionista Letícia que fala português, de Portugal, e nos ajudou muito.

➤ Aproveite para reservar sua diária no Art Hotel Eiffel ou em outras acomodações em Paris.


As melhores hospedagens com os menores preços

Procurando por hotéis, hostels, pousadas ou resorts em Paris? Faça sua pesquisa no Booking e no Hotéis.com. Nos dois buscadores, você encontra as melhores opções, com os menores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.

Art Hotel Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Art Hotel Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


O motorista da Telma France também nos ajudou a conversar com o recepcionista da noite que não estava entendendo o nosso english perfect (#sqn kkk). Ele ainda foi até o quarto para nos orientar com um mapa da cidade e indicar as melhores atrações no local.

Acomodadas, e já quase meia-noite, fomos dormir para, no dia seguinte, cedinho, visitarmos a tão sonhada Torre Eiffel e o restante de Paris.

Imprevistos que acontecem - Como eu contei no diário de bordo de Londres, deu uma bolha no dedinho do pé de mamis no quarto dia de passeio. E, como ela queria proteger o dedo, fizemos uma coisa muito errada lá em Amsterdam.

Colocamos três band-aids no dedo dela à noite e ela ficou assim durante 24 horas. Quando chegamos no hotel de Paris, tiramos os band-aids e o dedo dela estava quase preto. Tinha prendido o sangue. Olha o perigo!!!!!

Não faça isso JAMAIS!!!


Seguro Viagem com 10% de desconto 

Vai viajar? Não importa se vai ficar no Brasil ou vai para o exterior. O Seguro Viagem é um item muito importante e até obrigatório, no caso da viagem ser para Europa. Faça sua cotação e escolha a seguradora que melhor se adéqua ao seu perfil. Na Seguros Promo, leitor do D&D tem 10% de desconto: 5% na contratação com o cupom DEDMUNDOAFORA5 + 5% pagando no boleto. Se preferir, ainda pode pagar em até 12x no cartão de crédito.


Olha o dedinho de mamis - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Olha o dedinho de mamis - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Agora imagina como foi o restante da viagem: como mamis não poderia calçar tênis, ficou andando para todo lado de sandália e meia porque estava frio. Ela reclamou demais porque, ao final dos 20 dias, a sandália já estava fazendo doer até a sola do pé. Tadinha!!!

Nós brincamos que ela estava fazendo moda na Europa. E não é que em Florença vimos uma loja superchique com um manequim usando sandália e meia. Tô falando kkk.

Mamis fazendo moda na Europa - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Mamis fazendo moda na Europa - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

1º dia - 12 de abril - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Nossas aventuras do primeiro dia de fato em Paris começou às 8 horas, quando fomos tomar nosso café da manhã no hotel. O café estava bem variado com frios, pães, chá, café, leite, croissant, entre outras opções.

Café da manhã no Art Hotel Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Café da manhã no Art Hotel Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Foi também neste dia que conhecemos a Letícia, a recepcionista tão prestativa que nos orientou de como proceder no caso do dedo do pé de mamis e da nossa gripe que estava no auge dos auges. A gente tossia tanto que parecia que ia arrebentar o peito (kkk).

Recepcionista Letícia no Art Hotel Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Recepcionista Letícia no Art Hotel Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Bom: deixamos tosse, gripe e dedinho preto (kk) de lado e fomos a pé até a Torre Eiffel. Ficamos por um tempo na Champs de Mars, a famosa praça que fica em frente à torre, tirando fotos e mais fotos em diversas poses (kk), tendo como pano de fundo a linda Eiffel.

Torre Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Torre Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Torre Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Torre Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Às 11 horas, subimos até o topo da torre mais famosa do mundo. É bom saber que o ingresso deve ser comprado pela internet, pois acaba muito rápido. A entrada é feita somente no horário marcado no bilhete.

Nós entramos bem rápido e nem pegamos fila. Antes, porém, é preciso passar pelo raio-x por duas vezes. Uma para entrar na área da base da torre, onde tem lanchonetes, banheiro e lojinhas de souvenir. E outra, na entrada para o elevador que dá acesso ao topo.

Torre Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Entrada na Torre Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


A vista lá em cima é linda, mas venta muito também. O percurso é feito todo de elevador. Muito prático e cômodo até para quem já está na terceira idade, como mamis.

Foi uma pena o tempo estar um pouco nublado. A neblina atrapalhou um pouco para tirar fotos. Mesmo assim, deu para aproveitar.

Praça Champs de Mars vista da Torre Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Praça Champs de Mars vista da Torre Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Praça Trocadéro vista da Torre Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Praça Trocadéro vista da Torre Eiffel - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Depois de aproximadamente uma hora, descemos e fomos ver a torre do lado mais bonito: na Praça Trocadéro. A vista lá do alto é perfeita e você consegue ver a torre inteirinha e tudo que tem a volta. É de lá que são feitas as fotos mais bonitas deste que é o monumento pago mais visitado no mundo.

Praça Trocadéro - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Praça Trocadéro - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Ficamos encantadas com tanta beleza. Deu vontade de ficar ali, paradas, só admirando...

Nossa próxima atividade do dia foi almoçar. Paramos no Café Malakkof, que fica exatamente em frente à estação Trocadéro. Como mamis e Danubia queriam porque queriam comer arroz (nunca vi gostar tanto de arroz), pedimos três pratos de arroz com batata frita e 1/4 de frango + 2 sucos e 1 refrigerante. Tudo deu 71,80 Euros.

Valeu bem a pena porque o prato veio bem servido. Mamis até se assustou com o tamanho do frango porque a gente achou que tinha pedido peito de frango grelhado e não a coxa inteira kkk. Mas até que estava tudo delicioso. 

Almoço no Le Malakkof - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Almoço no Café Malakkof - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Depois do almoço, fomos de metrô até a estação Arc de Triomphe para visitar o monumento de mesmo nome que foi inaugurado em 1836 em homenagem às vitórias de Napoleão Bonaparte. O Arco tem 50 metros de altura, 45, de largura e 22, de profundidade. Nele, estão gravados os nomes de 128 batalhas de Napoleão e os dos seus 558 generais.

Arco do Triunfo - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Arco do Triunfo - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Para subir até o topo, compramos o Paris Museu Pass que dá direito a entrar em várias atrações na cidade. Mas nós nos arrependemos, pois várias coisas, como subir na cúpula da Sacre Coeur, por exemplo, não estavam inclusos no passe.

Para subir no topo do Arco do Triunfo é preciso subir 284 degraus. A escada é daquelas de caracol que você fica tonto de tanto ziguezague kk. Ainda bem que mamis resolveu nos esperar sentadinha dentro da estação. É muito cansativo e não é qualquer um que tem preparo físico para chegar lá no alto.

Escadaria do Arco do Triunfo - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Escadaria do Arco do Triunfo - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Mas para quem consegue, vale a pena, pois, de lá, é possível ter uma visão 360 graus da cidade. É muito bonito!!!

Torre Eiffel vista do Arco do Triunfo - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Torre Eiffel vista do Arco do Triunfo - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Vista do Arco do Triunfo - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Vista do Arco do Triunfo - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Danubia e eu ficamos por apenas meia hora no Arco. Quando descemos, deixamos mãe ainda no mesmo lugar (tadinha dela. A tosse e o dedinho deixaram ela "arriada" hoje) e fomos dar uma voltinha rápida na famosa avenida Champs Elissés, onde estão concentradas as marcas mais chiques do mundo. E tem gente rica nesse mundo, viu minha gente!!!! Em frente à gigante e luxuosa loja Louis Vuitton tinha fila para entrar.

Andamos até certo ponto e voltamos para "resgatar" nossa querida mamis. Estava fazendo muito frio e, de vez em quando, uma garoinha fina caía na cidade.

Nossa intenção era ir até a Torre Montparnasse para, lá do alto dos seus 210 metros de altura e 59 andares, ver toda a cidade e, principalmente, a Torre Eiffel. Mas mudamos os planos e voltamos para o hotel por volta das 17:30 horas.

Paramos antes em uma enfermeira particular, indicada em uma farmácia, para ela olhar o dedinho de mamis, mas ela disse que somente um médico poderia mexer. Depois, compramos algumas coisinhas no supermercado que fica quase ao lado do hotel e fomos para o quarto. A chuva tinha engrossado e o frio, apertado.

2º dia - 13 de abril - Diário de Bordo 3 dias em Paris

O nosso terceiro dia em terras francesas começou com a visitinha de um médico. Como não melhoramos nada da gripe e ficamos preocupadas com o dedinho de mamis, pensamos em ir ao hospital da cidade. A Letícia do hotel, porém, nos disse que ficaríamos lá praticamente uma manhã inteira porque Paris estava em greve e tudo estava demorando demais para ser realizado.

Conversando com a Telma, da Telma France, ela nos orientou a chamarmos o SOS Medicins no número 3624. Após tentarmos falar com o atendente e não entendermos nada do francês, pedimos a Letícia e ela, gentilmente, fez a ligação.

Foi informado que demoraria cerca de 1 hora para o médico chegar, mas ele apareceu, batendo na porta do quarto, em menos de dez minutos.

Uma consulta rápida e uma receita com quatro remédios e antibióticos em menos de 20 minutos nos custou 160 euros e mais quase 90 euros na farmácia. O dedo? Ele não quis mexer, pois disse que se furasse poderia inflamar e ser pior para andar.

➥ Ainda bem que o Seguro Viagem nos reembolsou todos os gastos com a consulta e com os remédios. Por isso, não viaje sem ele!!!

Seguro Viagem com 10% de desconto 

Vai viajar? Não importa se vai ficar no Brasil ou vai para o exterior. O Seguro Viagem é um item muito importante e até obrigatório, no caso da viagem ser para Europa. Faça sua cotação e escolha a seguradora que melhor se adéqua ao seu perfil. Na Seguros Promo, leitor do D&D tem 10% de desconto: 5% na contratação com o cupom DEDMUNDOAFORA5 + 5% pagando no boleto. Se preferir, ainda pode pagar em até 12x no cartão de crédito.


Bom, mamis e eu medicadas, saímos para mais um dia em Paris.

Nossa primeira parada foi subir de funicular até a igreja de Sacre Coeur. Ela fica em Montmartre, no ponto mais alto da cidade.

Sacre Coeur - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Sacre Coeur - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


A entrada na igreja é grátis e apenas a subida na cúpula deve ser paga. Custava, na data, 6 Euros por pessoa. Nós optamos por não subir.

Sacre Coeur - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Sacre Coeur - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Saindo da igreja, mamis desceu novamente de funicular, já que a Sacre Coeur fica no alto de uma  montanha, e Danubia e eu descemos cerca de 220 degraus que dão acesso ao local. Aproveitando, é claro, para fazer algumas dezenas de poses nas escadarias.

Funicular para subir até a Sacre Coeur - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Funicular para subir até a Sacre Coeur - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Escadaria para subir até a Sacre Coeur - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Escadaria para subir até a Sacre Coeur - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Escadaria para subir até a Sacre Coeur - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Escadaria para subir até a Sacre Coeur - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Fomos andando a pé para ver as lojinhas de souvenirs que estão espalhadas pelas ruas. É claro que mamis amou, né. Tinha de tudo: canecas, imãs, bolsinhas, blusas, torres, macarones (aqueles docinhos franceses), entre outros itens. A gente teve que segurar nossa querida mãezinha para ela não levar tudo que via pela frente (kk).


Troque sua moeda estrangeira e receba o dinheiro em casa 

Aproveite para trocar sua moeda estrangeira sem sair de casa. Na Cotação, você conta com diversas opções de moeda, compra on-line e ainda recebe o dinheiro em casa ou retira em uma das lojas espalhadas pelo Brasil.


Pelas ruas de Paris - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Pelas ruas de Paris - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

No caminho, encontramos uns restaurantes coreanos, onde você escolhe a comida e ela é pesada ali na hora. Como vimos que tinha arroz, e mamis e Danubia estavam doidas para comer, resolvemos ficar por ali mesmo.

Nós pedimos arroz, macarrão, batatas cozidas e refrigerante e deu 15,87 euros. Para quem está com pressa e/ou quer economizar, até que compensa. Não é a melhor comida que já comemos, mas...

Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Depois de almoçarmos, fomos de metrô até a Île de la Cité, uma ilha no meio do Paris, onde está localizada a Catedral de Notre Dame, dedicada à Virgem Maria.

Detalhe: Notre Dame quer dizer Nossa Senhora.

A Notre Dame fica no marco zero de Paris e é uma das catedrais francesas em estilo gótico mais antigas, inaugurada em 1345. Foi dentro dela que Napoleão foi coroado e onde Joana D'Arc foi beatificada.

A igreja é muito linda. Tanto por fora, onde é possível ver 28 estátuas de 3,5 metros dos reis da Judeia, quanto por dentro. É lá, por exemplo, que estão os pedaços da Coroa de espinhos que ficou sobre a cabeça de Jesus Cristo em sua crucificação.

Catedral de Notre Dame - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Catedral de Notre Dame - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


A entrada na catedral é gratuita e foi bem tranquila. Pegamos uma filinha muito pequena e rápida. A subida até a cúpula, porém, é paga à parte (8,50 Euros em abril de 2018) e é preciso encarar 422 degraus. Nós não subimos. Também, já chega de tanta escada né kkk.

A nossa visita foi rápida. Saindo de lá, fomos a pé até o famoso Museu do Louvre. Nossa intenção era ver, principalmente, a Mona Lisa, um dos quadros mais famosos de Leonardo da Vinci.

Antes de entrar, porém, aproveitamos para apreciar e registrar as belezas no entorno do museu.

Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Modelando em frente ao Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Já dentro do Louvre, seguimos as placas que indicavam a direção da Mona Lisa, que é o quadro mais disputado pelos turistas. É bacana ver de perto essa obra que, até então, só conhecíamos pelos livros.

Mona Lisa no Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Olha ela aí: Mona Lisa no Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Selfie com a Mona Lisa no Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Selfie com a Mona Lisa no Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Todo mundo querendo uma foto com a Mona Lisa no Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Todo mundo querendo uma foto com a Mona Lisa no Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

O Louvre é gigante. Então, não pense que vai dar para ver tudo. O ideal é identificar onde estão as obras que deseja ver e ir diretamente até elas.

Ele foi inaugurado em 1793, após a revolução Francesa, e possui mais de 380 mil objetos (dos quais 35 mil estão em exposição) divididos em cinco andares. Somente de pinturas são 12 mil em exposição.

Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Além da Mona Lisa, nós queríamos ver a sessão egípcia. Mas, na data da nossa visita, ela estava fechada.

Depois de passear pelo museu, aproveitamos para tomar um chá com muffins no café do Louvre, tendo como vista a pirâmide que fica do lado de fora e que é o seu cartão-postal. Nós recomendamos: tanto pela vista, quanto pelo lanche, que estava delicioso e nos custou 10,50 Euros (2 muffins  e um chá).

Chá da tarde no Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Chá da tarde no Museu do Louvre - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Imprevistos acontecem - e como sempre, imprevistos acontecem. E o imprevisto da vez foi que, no Louvre, eu deixei cair meu celular novinho (comprado há menos de dois meses). Na hora não vi, mas depois, apareceu um sorriso gigante trincado na tela. Buaaááá...... Tudo bem né, se for para quebrar que, pelo menos, seja em Paris kkk.

Do Louvre, seguimos para o hotel. Mesmo com uma gripe forte e muito frio, eu e Danubia ainda voltamos às 9 horas da noite para assistir à iluminação da torreMamis ficou no hotel deitadinha, assistindo aos capítulos da novela das 9 no computador kk.

A iluminação da torre é espetacular. Como o metrô é em frente ao hotel, chegamos à estação Trocadéro bem rapidinho. Em menos de cinco minutos.

As luzes são acesas a cada hora, a partir das 21 horas. Antes mesmo, o lugar fica cheio de gente querendo assistir. Mas vale muito a pena!!!

Torre Eiffel à noite - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Torre Eiffel à noite - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Alegria de ver a Torre Eiffel à noite - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Alegria de ver a Torre Eiffel à noite - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Voltamos para o hotel por volta das 22:30 horas, encerrando mais este dia intenso em Paris.

3º dia - 14 de abril - Diário de Bordo 3 dias em Paris

O nosso dia hoje foi mais tranquilo. Como nosso único compromisso era visitar o Château de Versailles na parte da tarde, dormimos um pouco mais, tomamos café com mais calma e arrumamos nossas malas. À noite, iríamos para Veneza de avião, então, já deixamos tudo organizado.

Depois do check out ao meio dia, seguimos com o Leví, da Telma France Tour, para Versailles. A princípio, o passeio seria mais longo, com visita ao Château e uma volta de carro pelos Domínios de Maria Antonieta (Grand Trianon, Petit Trianon, fazendinha, templo do amor e grande canal), conforme a programação enviada pela empresa. Mas, por um problema no horário, fizemos apenas um tour rápido, de menos de três horas, dentro do palácio.

Apesar de não ter dado tempo de andar pelos jardins de Versaille, que têm 800 hectares e são um charme, o passeio foi muito bacana.

Jardins de Versaille - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Jardins de Versaille visto pela janela do palácio - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Jardins de Versaille - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Jardins de Versaille - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Lá dentro do Palácio é lindo. Nós vimos os aposentos reais, escritórios, capela, entre outros salões.

Château de Versaille - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Château de Versaille - Diário de Bordo - 3 dias em Paris

Château de Versaille - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Château de Versaille - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Um dos lugares que mais gostamos foi o Salão dos Espelhos. Também pudera. O lugar é espetacular. São 375 espelhos espalhados pelas paredes. Foi neste lugar, aliás, que foi assinado o Tratado de Versalhes, pondo fim à Primeira Guerra Mundial. Muito legal.

Salão dos Espelhos no Château Versaille - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Salão dos Espelhos no Château Versaille - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Depois deste passeio maravilhoso, no finalzinho da tarde, chegamos ao aeroporto Charles de Gaulle, para embarcar rumo a Veneza, na Itália.

Aeroporto de Charles de Gaulle - Diário de Bordo - 3 dias em Paris
Indo embora de Paris no Aeroporto Charles de Gaulle - Diário de Bordo - 3 dias em Paris


Coisas que acontecem - Lá no aeroporto de Paris aconteceu um fato engraçado, mas que é bom para a gente ficar atento. Nós fomos comprar uma garrafa de água naquelas maquininhas que ficam espalhadas na sala de embarque.

Não vimos que uma delas não estava funcionando e colocamos 3 Euros em moedas para comprar o litro grande (1,5 L) que custava 2,90 Euros. Mas ela não funcionou e não devolveu as moedinhas. Chamamos algumas pessoas que não nos ajudaram e, em resumo, perdemos o dinheiro. Tivemos que ir para outra máquina para, enfim, comprar a água.

Ah, nós escolhemos comprar nas máquinas porque, nos bares, o preço era muuuiiito mais caro.

Confira no próximo post como foi nosso dia em Veneza.



Parceria
A viagem das integrantes do D&D Mundo Afora a Paris em abril de 2018 contou com parceria do Telma France Tour, que nos concedeu o transfer in/out e o passeio até VersaillesApesar disso, as informações, opiniões e avaliações relatadas em todos os posts sobre a viagem são inteiramente pessoais e refletem as reais experiências vivenciadas pelas integrantes do blog, sejam elas positivas ou negativas.

NOSSO PARCEIRO EM PARIS

2 comentários:
  1. Nossa que post legal:) amei acompanhar cada pedacinho da viagem rsrs. Adorei as fotos, nossa que perigo esse dedinho, fiquei nervosa só de olhar a foto, e lançar moda faz parte quando viajamos por aí rsrs

    Beijokas da Camila e Carol

    já estamos de volta e já tem novidades
    Se seguir o blog é só avisar que retribuo 😉

    Vamos Papear 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila e Carol. Pois é. Muita aventuras por lá. Mas ainda bem que o dedinho de mamis não estava doendo. Mesmo assim, foi um perigo kk. bjsss

      Excluir

VAI VIAJAR? Confira os serviços que vão facilitar sua viagem
➤ Reserve seu hotel em todo o mundo no BOOKING.COM ou no HOTEIS.COM
➤ Compre suas passagens na DECOLAR, LATAM, EMIRATES ou na KLM
➤ Compre suas passagens de trem para toda a Europa com a RAILEUROPE
➤ Compre seus pacotes de viagem na DECOLAR ou na CVC 
➤ Troque sua moeda estrangeira na COTAÇÃO
➤ Compre ingressos sem filas para atrações em todo o mundo na TicketBar e na Tiqets
➤ Faça seu seguro viagem com a SEGUROS PROMO
➤ Compre seu chip de celular e internet com a EASYSIM4U
Topo da página