23 de março de 2015
Textual description of firstImageUrl

Caruaru - capital do agreste pernambucano

Post atualizado em 05 de julho de 2016
Museu do Forro Luis Gonzaga - Caruaru - Pernambuco

Caruaru - capital do agreste pernambucano

Por Daniela Almeida
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR E-MAIL


No terceiro dia de nossa visita à Pernambuco, partindo de Porto de Galinhas, fomos conhecer a cidade de Caruaru, a capital do agreste pernambucano, que está localizada a 130 quilômetros de Recife (cerca de 3 horas de viagem - nós fomos de van).

Caruaru tem quase 350 mil habitantes, segundos dados do IBGE de 2014, e já entrou para o Guinness World Records (o livro dos recordes) como a cidade que realiza a maior Festa Junina do mundo. Também tem uma das maiores feiras ao ar livre do mundo: a feira de Caruaru, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Imaterial - Iphan.

Nosso passeio até lá foi realizado no dia 22 de janeiro. Como disse no primeiro post da série sobre Pernambuco - O que fazer em Porto de Galinhas pagamos R$ 450 (para três pessoas) para conhecer Caruaru e Nova Jerusalém. Fomos com a Luck Receptivo (ela não nos patrocinou).

Saímos do hotel por volta das 8 horas e chegamos lá às 11:00. Durante o trajeto, pudemos ver de perto como a pobreza é predominante no agreste nordestino. Muitas casas pareciam estar completamente abandonadas, mas, quando olhamos mais ao fundo, as roupas no varal mostravam que ali havia moradores.

casas na estrada de Cauaru PE

Também nos chamou atenção a quantidade de plantação de cana-de-açúcar. Segundo o nosso guia, Pernambuco é o segundo maior produtor de cana do Brasil, atrás apenas de São Paulo. É muita, mas muita cana mesmo!!!!! E tudo colhido de forma manual, uma vez que elas estão plantadas também nos morros, onde as máquinas não conseguem chegar.

Plantação de milho Caruaru PE
Plantação de cana-de-açúcar - à frente já foi realizada a colheita

De Recife até Caruaru, passamos por várias cidades pela BR 232: Vitória, Gravatá e Bezerros foram algumas delas, que também fazem parte da chamada rota do forró.

Mapa Caruaru até Brejo da Madre de Deus PE
Mapa extraído do site www.novajerusalem2015.com.br/chegar.php

Feira de Caruaru 

A primeira parada na capital do agreste foi na Feira de Caruaru. O guia nos deu 2 horas e 20 minutos para percorrer as dezenas de corredores repletos de barracas. Pouquíssimo tempo para tanta variedade: tem artesanatos, eletrônicos, roupas, comida, sapatos, rendas e muitas outras coisas. O guia nos disse que tinha até bicicleta, mas nós não conseguimos ver (rs).

Feira de Caruaru  - PE


Até Luiz Gonzaga cantava a música "Feira de Caruaru", retratando a variedade de coisas que são vendidas por lá (a música foi composta pelo caruaruense Onildo Almeida, em 1956):

"a Feira de Caruaru / faz gosto a gente vê / de tudo que há no mundo / nela tem para vendê / na feira de Caruaru / tem massa de mandioca / batata assada, tem ovo cru / banana, laranja, manga / batata, doce, queijo e caju / cenoura, jabuticaba / Guiné, galinha, pato, peru / tem bode, carneiro, porco / se duvidá ... inté urubu / tem cesto, balaio, corda / tamanco, gréia, tem cuêi-tatu / tem fumo, tem tabaqueiro / feito de chifre de boi zebu / caneco acuvitêro / penera boa e mé de uruçu / tem carça de arvorada / que e pra matuto não andá nú / tem rede, tem balieira / mode menino caça nambu / maxixe, coentro, couve e chuchu / armoço feito na torda / pirão mixido que nem angu / mubia de tamburete / feita do tronco do mulungú / tem loiça, tem ferro véio / sorvete de raspa que faz jaú / gelada, cardo de cana / fruta de paima e mandacaru / bunecos de Vitalino / que são cunhevidos inté no Sul / de tudo que há no mundo / tem na feira de Caruaru"

Nós compramos porta-retratos com motivos de Lampião e Maria Bonita (cada um custava R$ 10, mas o vendedor vendeu por R$ 6 e nós compramos 11) e toalha de renda (R$ 15).

Às segundas feiras, o local ainda abriga a feira da Solanca, apenas com produtores de roupas. Tudo com preço baixíssimo. A maioria das roupas é feita nas cidades do agreste nordestino, como Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, onde praticamente todas as pessoas fabricam as peças em casa para revender aos lojistas de todo o Brasil.

Apenas como curiosidade: Santa Cruz do Capibaribe, segundo informações, é a maior produtora de confecções de Pernambuco e a segunda maior do Brasil. Das 22 mil empresas do ramo, segundo dados do Sebrae, 85% ficam em Santa Cruz, que também é conhecida ainda como a capital da Sulanca ou Capital das Confecções. Ao lado de Toritama e Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe faz parte do Triângulo das Confecções.


Feira de Caruaru

Funciona: de segunda a sábado - das 5 às 17 horas 
Endereço: Av. Lourival José da Silva, 592 - Petrópolis - Caruaru
Telefone: +55 82 3436-5852

Museu do Forró Luiz Gonzaga

Como falei, o tempo na feira foi muito pouco para tantas opções. De lá, seguimos para o Museu do Forró Luiz Gonzaga. O Museu é dividido em quatro salas: centenário Luiz Gonzaga, sala Luiz Gonzaga, Festejos Juninos e sala Elba Ramalho. Tem fotografias, roupas, utensílios pessoais, artesanatos, livros, CD's e outros objetos. Entre as peças que mais me chamaram a atenção estão o pijama que ele usava quando morreu e as cartas que trocava com sua então namorada Edelzuita Rabelo.

Museu do Forró Luiz Gonzaga - Caruaru PE

Museu do Forró Luiz Gonzaga - Caruaru PE

Acervo de Elba Ramalho
Acervo de Elba Ramalho - caruaru PE


O espaço também abriga o Museu do Barro Zé Caboclo, com peças de artesanato de artistas como Mestre Vitalino e Zé Caboclo. Lá, ficamos sabendo que as peças do pernambucano Vitalino Pereira dos Santos, ou simplesmente Mestre Vitalino, também podem ser contempladas no Museu do Louvre, em Paris.

Museu do Barro Zé Caboclo - Caruaru PE

Museu do Barro Zé Caboclo - Caruaru PE


As salas de Luiz Gonzaga e as que abrigam as peças de Mestre Vitalino são proibidas de serem fotografadas ou filmadas.

Saindo do Museu do Forró, seguimos para um restaurante indicado pelo guia para almoçar. Comida gostosa e barata: R$ 27 reais por pessoa para comer à vontade, com direito a uma bebida e sobremesa (só não me lembro do nome. Esqueci de anotar).

Depois do almoço, rodamos por mais 48 quilômetros até a cidade de Brejo da Madre de Deus. Lá, fomos até a Fazenda Nova, distrito de Brejo, para conhecer a cidade-teatro de Nova Jerusalém, onde acontece, desde 1968, o espetáculo da "Paixão de Cristo", na Semana Santa (aquele, que é encenado por artistas globais). 

Mas nós contaremos sobre este passeio no próximo post Nova Jerusalém (Pernambuco) - a cidade-teatro da Paixão de Cristo


Museu do Forró Luiz Gonzaga e Museu do Barro Espaço Zé Caboclo

Funciona: de terça a sábado - das 8 às 17 horas / domingo - das 9 às 13 horas 
Endereço: Praça Coronel José de Vasconcelos, 100
Telefone: +55 81 3721-2545
Valor: R$ 2 (janeiro de 2015)



_________________________________________________________________________________
Buscando hotéis em Caruaru, em Pernambuco? Hotéis em CARUARU. Faça sua reserva aqui. No Booking, você sempre encontra os melhores hotéis com os melhores preços.

4 comentários:
  1. Olá!
    Q bom que puderam conhecer Caruaru, mas foi uma pena não terem mais tempo, pois tem muita coisa pra ver.
    Bem, segue algumas considerações:
    - A música A Feira de Caruaru foi composta pelo caruaruense Onildo Almeida em 1956 e imortalizada na voz de Luiz Gonzaga;
    - As cidades de Sta Cruz do Capibaribe e Toritama pertencem ao Agreste.

    Em Recife, vi que conheceram o Museu dos Bonecos Gigantes, poderiam ter visitado também o Paço do Frevo e Cais do Sertão, dois lugares fantásticos e bem próximos.

    ResponderExcluir
  2. Olá. Foi uma pena mesmo não ter mais tempo. Mas oportunidades não faltarão, tenho certeza. É um lugar maravilhoso e com uma cultura riquíssima. As considerações já foram atualizadas. Muito obrigada pela contribuição. Só assim podemos melhorar a cada dia.
    Abraços

    ResponderExcluir

Topo da página

Receba nossas novidades em primeira mão

BAIXE GRÁTIS TAG's DE MALA PERSONALIZADAS