15 de dezembro de 2014
Textual description of firstImageUrl

Chichen Itza - México (Cancun - parte 2)

 Post atualizado em 28 de junho de 2016
Chichen Itza - uma das sete novas maravilhas do mundo
Chichen Itza - uma das sete novas maravilhas do mundo

Chichen Itza - México (Cancun - parte 2)

Por Daniela Almeida
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR E-MAIL

Quem acompanha o D&D Mundo Afora sabe que este é o segundo post da série sobre Cancun, no México. No primeiro -  Cancun - O paraíso na terra - parte 1 - mostramos como foram os primeiros dias de nossa viagem nessa cidade que é, realmente, um paraíso.

A partir deste post, vamos mostrar com detalhes cada passeio que fizemos.

Apenas para recordar, nossa viagem começou no dia 13 de janeiro de 2014, quando partimos de Belo Horizonte com destino à Cancun. Chegamos no dia 14 e nos dias 15 e 16 conhecemos o centro de Cancun, o Mercado 28 e o resort Moon Palace (em breve um review completo sobre ele).

⇒ Onde ficar em Cancun - 20 opções de hotéis


Chichen Itza e Vallaloid

Assim como todos os dias em Cancun, no dia 17 de janeiro, madrugamos às 6 horas da manhã para aproveitar bem o dia. Tomamos café e seguimos para o hotel Beach Palace, na Zona Hoteleira, para encontrar o grupo que iria para Chichen Itza. Tivemos que contratar um táxi por nossa conta para ir até lá. 

Do hotel, seguimos rumo à uma das novas maravilhas do mundo moderno, que, por sinal, é realmente um lugar muito bonito. Um passeio que não pode ser deixado de lado em sua viagem à Cancun. 

Como dissemos no primeiro post da série, o pacote de passeios contratado ficou por US$ 110,00 por pessoa, incluindo Xcaret plus (com almoço), Chichen Itza e Vallaloid (com almoço) e um dia all inclusive no Resort Moon Palace. Esse preço só foi possível porque fomos abordados no aeroporto pelo pessoal do resort, que nos convidou para conhecer o local e, quem sabe, comprar um pacote para ser sócio (não compramos, é claro, pois o valor é altíssimo. Mas valeu a pena, pois almoçamos de graça e ainda ganhamos descontos nos passeios. Oba!!!!!).

O passeio a Chichen Itza dura o dia todo, uma vez que o sítio arqueológico está localizado na cidade de Yucatan, a 178 quilômetros de Cancun (cerca de 3 horas de viagem).

Durante todo o trajeto, o guia vai explicando um pouco sobre a cultura dos maias, hábitos e curiosidades, formação numérica, entre outras informações que poderão ser úteis para entender melhor tudo que envolve a zona arqueológica maia

⇒ Ah!!!!! E não se esqueça de fazer o seguro viagem para ir a Cancun!!!! Ele é indispensável para entrar em vários países e você fica tranquilo para aproveitar o seu passeio!!


Guia explicando sobre a história dos maias
Guia explicando sobre a história dos maias.


Primeiro contato com a cultura maia - em Vallaloid
Tivemos o primeiro contato real com a cultura maia em Vallaloid uma comunidade pequena, mas muito acolhedora. Logo na chegada, conhecemos uma típica casa deste povo. E, em seguida, fomos almoçar e visitar uma lojinha com produtos típicos.


Tipica casa maia de Vallaloid - México
Tipica casa maia de Vallaloid - México

Lojinha em Vallaloid - México
Lojinha em Vallaloid

Almoço em Vallaloid - México
Almoço em Vallaloid

Logo na entrada do restaurante/loja, fica um fotógrafo, tirando fotos dos visitantes. Quando retornamos ao ônibus, os vendedores entram e oferecem uma bebida com a foto impressa. Nós não compramos, mas é bem criativo!!!


Chichen Itza - México

Um típico calendário maia também fica na entada deste restaurante, em Vallaloid.

Calendário maia - México


Pirâmide de Chichen Itza 

Após o almoço, seguimos rumo a Chitchen Itza, sítio arqueológico da antiga cidade maia, fundada por volta dos anos 435 e 455 a.C..

Chichen Itza - México


O nome Chichen Itza significa pessoas que vivem à beira da água. Em 1988, a cidade maia foi declarada Patrimônio Mundial da Unesco e, em julho de 2007, uma das novas maravilhas do mundo, pela campanha New7Wonders.

O que fazer por lá
Ficamos lá por cerca de 3 horas. Logo na chegada nos deparamos com  uma visão maravilhosa: a Pirâmide de Kukulcán. Gente, é impressionante!!! Como pode uma construção daquelas (é o mesmo pensamento que devo ter quando for visitar as pirâmides do Egito - será que são de verdade?).


Pirâmide de Kukulcán - construída no século XII d.C. pelos maias
Pirâmide de Kukulcán - construída no século XII d.C. pelos maias 


É proibido filmar, mas só com filmadora!!!!!
Ah, dentro do sítio não é permitido filmar com filmadora.....Para isso, é preciso pagar uma taxa (não me lembro o valor).

Minha família estava com uma câmera profissional e uma filmadora pequena. Assim que chegamos, comecei a filmar com a filmadora e um rapaz veio dizer que teríamos que parar de filmar ou pagar a tal taxa. Paramos de filmar, mas nós e tantas outras pessoas continuamos a filmar com a câmera fotográfica. Não entendi a proibição, sendo que hoje em dia até com celular a gente consegue filmar. Mas, fica a dica!

Pirâmide de Kukulcán

A principal atração de Chichen Itza, sem dúvida, é a pirâmide Kukulcán (ou El Castillo ou ainda Templo de Kukulcán). Símbolo de Chichen Itza, é formada por quatro lados e quatro lances de escada, com 91 degraus cada, totalizando 364 degraus, equivalendo aos 365 dias do ano.

Chichen Itza - México


A cada ano, durante os equinócios e solstícios, diversos fenômenos de luz e sombra se formam no local, devido ao alinhamento da pirâmide. Esse jogo de luz faz com que as serpentes pareçam estar se movendo.

Chichen Itza - México


Além da pirâmide, a zona arqueológica de Chichen Itza conta com o Observatório, o Templo das Mil Colunas, o Templo dos Guerreiros, o Templo do Jaguar, o Akab Dzib, o Tzompantlí e o Cenote Sagrado (a terceira foto - da esquerda para a direita - da última linha no mosaico abaixo). Este, por sinal, ficamos decepcionadas, pois ficava olhando fotos na internet e imaginava um lugar diferente (achei meio pobre e abandonado). Só depois nos informaram que tinha outro cenote por lá que era mais bonito e que dava para nadar. Fica para a próxima!!!!


Chichen Itza - México


O retorno para Cancun
À noite, retornamos para o hotel Beach Palace, que fica quase em frente ao shopping La Isla, um dos melhores locais para compras na Zona Hoteleira. Foi lá no La Isla que encontramos, por exemplo, um adaptador de tomada para comprar porque em Cancun a entrada é diferente e com certeza você vai precisar de um. 

Ah! Ao lado do La Isla fica a casa onde morava o Chaves e onde ainda mora a Dona Florinda, sua esposa. Ficamos sabendo disto quando estávamos indo para o aeroporto de volta para casa. O taxista nos contou enquanto passávamos em frente ao condomínio. Se tivéssemos ficado sabendo antes, teríamos dado uma passadinha por lá para tentar uma foto, no mínimo, histórica. Agora isso não será mais possível, né!!!!

Do Shopping La Isla, fomos de ônibus (1 dólar por pessoa. Os táxis cobram em torno de 10 a 15 dólares) para o centro de Cancun. Os ônibus são muito bons, não demoram para passar e é tudo muito organizado. Sem contar que tem um ponto de ônibus exatamente em frente à portaria do hotel Soberanis, onde nos hospedamos nos cinco primeiro dias.

Aliás, a cidade é toda limpa e muito bem estruturada. Dá para morar lá, tranquilamente. E não tem morros. É tudo plano. A noite, o local onde estão localizadas as melhores baladas (Coco Bongo, La Vaquita e outras) fica lotado de gente. Muita música, fila para entrada e muita animação - para quem gosta, é claro!

No dia seguinte, dia 18 de janeiro, fomos conhecer o Xel-Há, um parque natural maravilhoso. Aguardem o próximo post!

Chichen Itza

Funciona: diariamente - das 9 às 17 horas
Endereço: Yucatan - México
Telefone: +52 985 851 0137
Valor (janeiro de 2017): 98 pesos
Sitewww.chichenitza.com

Nenhum comentário:
Postar um comentário

Topo da página